Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Lei de Duarte institui campanha janeiro branco

A campanha será realizada nos meses de janeiro abordando a promoção de hábitos e ambientes saudáveis

Foto: Reprodução

Com o objetivo de conscientizar a população sobre saúde mental, foi aprovada e sancionada a Lei nº 11.337/2020, de autoria do deputado estadual Duarte (Republicanos), que institui em todo o Maranhão a campanha Janeiro Branco.

De acordo com a lei, a campanha será realizada nos meses de janeiro abordando a promoção de hábitos e ambientes saudáveis e a prevenção de doenças psiquiátricas, com enfoque especial à prevenção da dependência química e do suicídio.

“Nos próximos dias, vamos falar sobre esse assunto nas redes sociais, com vídeos, lives com profissionais da área, além de informativos de conscientização sobre o assunto. O impacto da falta de cuidado com a mente precisa da nossa atenção”, destacou o deputado.

A iniciativa foi recebida pelo parlamentar como proposta dos representantes da campanha Janeiro Branco, o técnico de enfermagem e graduando em psicologia Ildemar Cutrim e a psicóloga Camila Alves, por intermédio do idealizador da campanha, o psicólogo Leonardo Abrahão.

“Essa conquista deve-se à articulação dos representantes da campanha Janeiro Branco, junto ao Poder Legislativo Estadual, na pessoa do deputado Duarte Jr, que se mostrou sensível à causa. O engajamento dos profissionais da saúde, deste grupo, foi essencial para essa vitória em defesa da consolidação e construção da cultura de saúde emocional no nosso estado. Ter a lei instituída é uma conquista ímpar e que nos motiva a fomentar a consolidação de uma cultura de saúde mental, proporcionando a disseminação da campanha e da visão integral do conhecimento do conceito acerca de saúde emocional”, destacou Idelmar Cutrim.

Para o psicólogo Jaime Silva, a busca pela saúde mental tem aumentado ultimamente, e, por conta de diversos preconceitos, a sociedade negligenciou esse tipo de cuidado e, hoje, colhe os frutos de uma saúde mental sem a devida atenção:

“No século 20 se falava muito que a depressão era o mal do século, atualmente, o mal do século 21 não é somente a depressão, mas além dela são os transtornos de ansiedade, transtorno borderline, entre outros. Temos uma quantidade enorme de pessoas que se sentem tristes, sozinhas, desamparadas, com insônia. A gente vem de uma geração que acreditava que psicólogo não era necessário e estamos colhendo os frutos disso, porque chegamos no ápice e as pessoas estão adoecendo mentalmente cada vez mais. Espero que a iniciativa do deputado Duarte incentive mais ações concretas no que diz respeito à ampliação da rede de saúde mental e para que os órgãos públicos possam se mobilizar para fazer a campanha”, frisou.

Carregando