Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Casos ativos de Covid-19 voltam a subir em Imperatriz

Dados podem ser acompanhados nos boletins diários do Núcleo de Enfrentamento da Covid-19

Hoje nas UTIs, 94% são pacientes de outros municípios e somente 6% de Imperatriz. (Foto: Edmara Silva)

O número de casos ativos de Covid-19 voltou a crescer em Imperatriz. Depois do declínio, a partir de meados de novembro do ano passado, os registros subiram levemente no final do ano, caíram nos primeiros dias de janeiro e, desde o dia 7, vêm subindo. Já são 14 boletins consecutivos com aumento dos ativos, que são aqueles com potencial de transmissão do vírus.

Entre maio e julho de 2020, a cidade atingiu seu recorde, chegando a 4.972 notificações naquele trimestre. O movimento mais acentuado foi verificado em maio, quando atingiu ocupação elevada de internação e 2.086 casos notificados. A última alta registrada foi em agosto, com 1.128 casos.

Na metade do mês de novembro de 2020, Imperatriz tinha mais de 7,9 mil. Os números começaram a cair gradativamente nos boletins seguintes, com uma ligeira alta nos boletins de 17 a 24 de dezembro, voltando a cair nos documentos seguintes.

Desde o dia 7 de janeiro, os números têm subido, conforme os boletins divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde. Nessa quarta-feira (20) o número chegou a 8.891 registros. Os contaminados ativos chegam a 198.

Hoje, segundo a secretaria municipal de saúde, nas UTIs, 94% são pacientes de outros municípios e somente 6% de Imperatriz.

No começo da semana, a Prefeitura proibiu shows de artistas de fora e já admite reduzir percentual de lotação dos estabelecimentos como bares e casas de eventos.

 

Carregando