Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Objetivo de quadrilha liderada por influencer maranhense era sequestrar empresário, afirma delegado

O plano era realizar saques em bancos com a vítima mantida de refém no carro.

Câmera de segurança registrou momento de chegada da influencer (Foto: Reprodução)

O delegado Ademar Canabrava e os investigadores do 12º distrito policial continuam investigando o caso do assalto à casa do empresário Abel Paes Landim, executado por criminosos com a participação de uma digital influencer Roani da Silva Sampaio, de 19 anos, bastante conhecida em São Luís, Maranhão.

De acordo com o delegado, no momento da ação haviam quatro pessoas na casa. “Houve o assalto na residência dele que foi premeditado. Foram presas duas pessoas, a moça que ele conheceu nas redes sociais, que estava na casa dele, e ela planejou, já que foi ela que levou o próprio namorado para fazer o assalto. As outras duas pessoas conseguiram fugir”, afirmou.

“Ela veio de São Luís para ficar com ele, já se conheciam, já tinha encontrado com ela em outra oportunidade, e ela veio para ficar com ele. Ele tirou a passagem para ela vir de ônibus, depois ele percebeu que ela foi de carro, porque já estava tudo premeditado para o assalto. Ela veio com o namorado, aqui encontraram mais duas pessoas. No momento do assalto, haviam quatro pessoas dentro da residência. Quando a Polícia Militar chegou lá, conseguiu prender os dois e os outros dois pularam o muro conseguindo escapar. Eles não declinaram nome nenhum, mas através das nossas investigações nós já identificamos, provavelmente deve ter mais pessoas envolvidas. A prisão dos dois já foi convertida em prisão preventiva e nó vamos posteriormente ouvir mais pessoas e as investigações continuam”, declarou.

Ainda segundo o delegado, o plano dos criminosos era sequestrar o empresário para realizar saques em bancos. “É muito bem organizado. Eles usavam luvas para que não deixassem no local nenhum digital para dificultar o trabalho da polícia, sem deixar rastro. Só foi levado mil reais pela dupla que fugiu. A intenção deles era sequestrar o empresário. Já iam entrando no carro, foi quando a Polícia Militar chegou no exato momento”, disse Ademar Canabrava.

Filho de policial

O blog O INFORMANTE obteve mais informações sobre o caso da blogueirinha Roani da Silva Sampaio, ‘influencer digital’ residente no Jardim Tropical, em São Luís, que foi presa no fim de semana, em Teresina. Ela participou de um assalto à residência do empresário José Abel Modesto Paes Landim, sobrinho do deputado federal Paes Landim, em companhia do namorado Francisco Moisés Sousa Batista Júnior e outros comparsas. Roani e Francisco Moisés foram presos e autuados em flagrante. Os outros conseguiram fugir. Roani foi candidata a vereadora em São Luís, pelo PP, nas últimas eleições municipais. Obteve 7 votos.

Francisco Moisés é filho de um policial militar e está fazendo o último ano do curso de Direito, em Teresina. O pai tomou conhecimento da prisão por meio do seu comandante direto, ficando bastante abalado com a notícia.

Familiares do universitário revelaram a uma fonte de O INFORMANTE que ele se envolveu com Raoni e acabou se apaixonando. No entanto, ainda há muitas situações sem respostas ainda. “O rapaz é de família boa, sem nenhuma necessidade financeira. Tudo indica que foi envolvido para esse tipo de crime”, disse uma outra fonte piauiense contatada pelo blog do JP online.

A polícia de Teresina continua investigando o caso. Uma das linhas investigadas é que Roani teria chegado primeiro à casa do empresário e estaria num encontro íntimo no quarto dele, quando o namorado e um outro assaltante entraram, passaram ao segundo andar, onde fica o quarto do sobrinho do deputado Landim, e arrombaram a porta que dá acesso ao cômodo.

Relembre o caso

O casal foi preso na última sexta-feira, 12, e, de acordo com a decisão judicial, na Central de Flagrantes de Teresina, que homologou o auto de prisão, Roani marcou um encontro com o dono da casa, e depois repassou informações sobre o local ao namorado Francisco Moisés, que organizou o roubo com outros comparsas.

Depois de invadirem a casa, Francisco e Roani agrediram o empresário, fizeram ‘roleta russa’ com um revólver apontado para a cabeça dele, subtraíram objetos de valor e levaram, também, uma boa quantidade de dinheiro em espécie, de reais e dólares. O casal pegou, ainda, sob ameaça, senhas bancária e de um celular da vítima.

O auto de flagrante informa que no fim da tarde do dia 12/02 (sexta-feira), o empresário José Abel Paes Landim teve a sua casa invadida por três pessoas para a prática de roubo, com o emprego de arma de fogo. Os assaltantes tiveram a entrada facilitada por mulher (Roani), residente em São Luís, que já encontrava na residência. O empresário havia conhecido Roani Sampaio em um almoço em Teresina, no dia 08 de janeiro. Eles tinham conhecidos em comum e se comunicavam frequentemente.

A residência conta com dispositivos de segurança e em alguns minutos a polícia chegou ao local, efetuando a prisão de um dos assaltantes, que teria um relacionamento amoroso com a cúmplice que lhes facilitou a entrada, e que também se encontra presa. Outros dois assaltantes estão foragidos, e conseguiram subtrair da residência a quantia de R$ 1 mil e alguns dólares.

Carregando