Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Academia Maranhense de Letras Jurídicas celebra 35 anos fomentando o conhecimento

Inauguração da Galeria de Ex-Presidentes marcará o aniversário da instituição.

Alguns dos Membros da Academia Maranhense de Letras Jurídicas, que completa 35 anos (Foto: Divulgação)

Na próxima segunda-feira (22.02) a Academia Maranhense de Letras Jurídicas completa 35 anos de história e relevantes serviços prestados à causa de disseminar e incentivar o conhecimento, a pesquisa e a produção literária jurídica no Maranhão.

Atualmente sob a presidência do advogado Júlio Moreira Gomes Filho, a Academia foi fundada em 22 de fevereiro de 1986 e é filiada à Academia Brasileira de Letras Jurídicas. Seu primeiro presidente foi o advogado, professor e jornalista Dr. Wady Sauáia.

O Dr. Wady assim como os demais ex-presidentes da AMLJ –  Lourival de Jesus Serejo, atual presidente do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, José Carlos Sousa Silva, advogado e professor, Roque Pires Macatrão, advogado, Ana Luiza Almeida Ferro, promotora de justiça e 1ª mulher a ocupar a presidência da confraria, Raimundo Ferreira Marques, advogado, e João Batista Ericeira, advogado e professor  – integram a Galeria dos Ex-Presidentes da AMLJ, que será inaugurada durante a Assembleia Extraordinária, na segunda (22.02) às 16h.

O evento alusivo ao aniversário da instituição ocorrerá de forma presencial, mas, devido ao agravamento da pandemia da Covid-19 na capital maranhense, será restrito a poucos membros, com transmissão on-line para os demais confrades e confreiras.

“Essa Galeria de Ex-Presidentes é uma justa homenagens àqueles que fortaleceram a nossa Academia nesses 35 anos, e que, com seu trabalho nos permitiram chegar até aqui”, enfatizou o Pres. Júlio Filho.

A Academia conta hoje com um total de 38 membros ativos, das 40 cadeiras totais. Duas vagas estão abertas após o falecimento dos membros Sálvio Dino e Milson Coutinho, e deverão ser preenchidas mediante eleições a serem programadas ainda esse ano, mas sem data anunciada.

Em 2020 o advogado e Conselheiro Seccional da OAB/MA Júlio Moreira Gomes Filho foi eleito Presidente da AMLJ para o biênio 2020 / 2022 e desde então, já em plena época de pandemia da Covid-19, ele tem tido o desafio de modernizar a entidade e digitalizar processos, além de desenvolver projetos e ações, porém seguindo todos os protocolos e cuidados para preservar a saúde dos membros.

Unidos e atuantes, os ilustres juristas, escritores e membros da AMLJ seguem motivados e produzindo conhecimento, e ressaltam o amor e admiração pelo papel da AMLJ no Maranhão:

“A AMLJ é a guardiã suprema da memória e da cultura jurídica do Estado do Maranhão”, lembra a Ana Luiza Almeida Ferro, promotora de justiça, escritora e Ex- Presidente da AMLJ.

“Uma Academia de Letras é sempre uma instituição cultural, cujo objetivo principal é o cultivo da língua e da literatura. E a AMLJ se revela importante por fomentar o pendor pela literatura jurídica, sem esquecer da necessidade, sempre presente, da preservação do vernáculo pátrio”, declarou o advogado e ex- Presidente da AMLJ Raimundo Marques.

Carregando