Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Lamborghini no Brasil planeja carros elétricos e condomínio de luxo

CEO do braço latino-americano da grife já negocia incentivos fiscais com autoridades de Santa Catarina — mas SP, RJ e CE também estão no páreo

Foto: Reprodução

Enquanto Sony e LG anunciam o encolhimento das operações no Brasil e, no caso da Ford, o encerramento das atividades no país, a italiana Lamborghini se movimenta para aproveitar as boas oportunidades que o mercado de luxo brasileiro segue oferecendo. Além de uma fábrica de modelos 100% elétricos, a marca estuda ainda trazer ao Brasil o projeto de um condomínio de luxo e um centro de desenvolvimento tecnológico.

Os investimentos no Brasil ainda não têm um valor definido, mas aconteceriam através da Lamborghini Latinoamérica, sediada no México. A empresa, que detém os direitos da marca nessa parte do continente, deve transferir ao país 57 milhões de dólares de ações da Lamborghini Uruguai, e já conversa sobre incentivos fiscais com governantes locais.

De acordo com a colunista catarinense Estela Benetti, o CEO mexicano Jorge Antonio Fernandes Garcia está em Santa Catarina para se reunir com Daniela Reinehr, governadora interina do estado; Mauro de Nadal, presidente da Assembleia Legislativa. Sócio local do negócio, Gilson Pierri também participa das tratativas, que também despertaram o interesse de São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará.

Como montadora, os planos da Lamborghini incluem a fabricação de dois modelos totalmente elétricos, um sedan e o SUV L.A. Vision. O valor do investimento ainda não fechado, mas espera-se que a nova planta gere 380 empregos diretos e 1.300 indiretos no Brasil. Caso o negócio prospere, Garcia diz que existe a possibilidade de transferir a sede da empresa para o país.

Já o condomínio residencial de luxo tem planos mais definidos. O projeto prevê a construção de 200 casas sustentáveis de alto padrão em uma área de 1,08 milhão de metros quadrados no município litorâneo de Governador Celso Ramos. Segundo Pierri, cada unidade deve custar entre 5 milhões e 20 milhões de reais.

Em maio do ano passado, Ferruccio Lamborghini, filho do fundador da Lamborghini, lançou um empreendimento imobiliário em Balneário Camboriú, a “Dubai” brasileira, em Santa Catarina. Com design inspirado no automobilismo, o prédio tem 53 andares, 67 apartamentos, e já começou a ser construído. Deve ser entregue em 2026. Só no pré-lançamento, no primeiro trimestre de 2020, metade das unidades já foi vendida — a um valor inicial de 3,5 milhões de reais.

Carregando