Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Casarão na Rua da Palma passa por processo de revitalização em São Luís

As obras fazem parte de um conjunto de ações estratégicas de valorização de um dos maiores e mais completos conjuntos arquitetônicos do Brasil.

Casarão esta sendo revitalizado pelo Programa Nosso Centro (Foto: Divulgação)

O casarão nº 489 da Rua da Palma está passando por um processo de revitalização, por meio do Programa Nosso Centro, criado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid). Para execução do projeto de restauração do prédio, a Secid firmou parceria com a empresa Vale.

As obras fazem parte de um conjunto de ações estratégicas de valorização de um dos maiores e mais completos conjuntos arquitetônicos do Brasil, que é o Centro Histórico de São Luís.

Segundo o coordenador do Programa Nosso Centro na Secid, Daniel Sombra, garantir a recuperação do casarão ajuda a resguardar a história e a requalificar o imóvel que assume uma função social na preservação da memória e da identidade cultural da cidade. “O casarão é emblemático e possui uma riqueza histórica singular. Sua memória remonta à efervescência da década de 1855, período em que a cidade passava por importantes transformações urbanísticas, por isso a importância de sua requalificação”, destacou o coordenador.

No casarão estão sendo realizadas obras de concretagem de sapatas e pilares, além da demolição de algumas paredes antigas que serão reestruturadas. Todos esses serviços são executados para dar uso ao prédio sem deixar de preservar seu valor histórico, que possui forte influência da colonização portuguesa. A restauração do casarão está sendo executada de forma sustentável, garantindo mais qualidade de vida para quem reside no entorno da obra. Ao todo, estão sendo investidos mais de R$ 3,8 milhões. A obra gerou cerca de 60 empregos formais e informais. A entrega está prevista para setembro deste ano.

História

Erguido entre o final do século XVIII e meados do século XIX, o casarão nº 489 da Rua da Palma surge no momento de auge do ciclo econômico do algodão (chamado de ouro branco) e do arroz no Maranhão, reflexo do forte crescimento econômico que a cidade de São Luís presenciava.

Localizado no bairro do Desterro, o sobrado de característica colonial integra parte do conjunto arquitetônico e paisagístico da cidade de São Luís, que foi cenário dos primeiros momentos da ocupação portuguesa na capital maranhense.

Na história da urbanização de São Luís, a Rua da Palma surge sinalizada na primeira planta da cidade, de 1642, como um prolongamento do setor urbano que tem seu início no extremo oposto da então cidadela fundada pelos franceses. Com características da arquitetura predominante de Lisboa (Portugal), o casarão nº 489 da Rua da Palma foi um importante empreendimento, dada a sua estrutura física e localização em um dos espaços mais conhecidos para o comércio de mercadorias de luxo.

Curiosidade

O Caderno de Recenseamento da Cidade de São Luís, datado de 1855, documentou o registro do imóvel sob propriedade do português Joaquim Pedro de Jesus, cuja profissão era marinheiro. No casarão moravam Joaquim, sua esposa Josefina Rosa de Jesus (maranhense) e os seus quatro filhos: Mara Filomena, Ana Rosa, Antônio Pedro e José Pedro de Jesus, uma família de abundantes riquezas materiais, que atuava no comércio local.

Carregando