Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Hospital Regional de Caxias oferece procedimento inédito que restaura parte do crânio

Cirurgia foi realizada em um paciente de 39 anos que sofreu acidente automobilístico.

Para o procedimento, foi confeccionada uma prótese customizada em impressora 3D (Foto: Divulgação)

Um procedimento inédito está sendo feito no Hospital Regional de Caxias, Dr. Everaldo Ferreira Aragão. A cirurgia de cranioplastia, realizada na última semana na unidade, é um procedimento considerado de alta complexidade que consiste na restauração da parte de cima do osso do crânio, chamado de calota craniana, que é retirada em situações como AVC e traumas cranianos. A cirurgia beneficiou o paciente Jefferson de Araújo Barros, de 39 anos.

Jefferson de Araújo havia sofrido um acidente automobilístico, no município de Passagem Franca, há dois anos. Na época, por conta do traumatismo crânio encefálico, ele precisou fazer a remoção de parte da calota craniana.

“O paciente pode ficar por um tempo sem a calota, mas o risco é que a parte sem osso deixa a região do cérebro desprotegida. Para restaurar a parte de cima do osso do crânio, o paciente buscou atendimento no Hospital Regional de Caxias”, contou o neurocirurgião do Hospital Regional de Caxias, Thiago Guimarães.

Para o procedimento, foi confeccionada uma prótese customizada em impressora 3D em parceria com o Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer. Essa tecnologia permite a reconstrução exata do fragmento ósseo, o que proporciona melhor resultado estético e funcional.

“Essa prótese é encaminhada por uma empresa de São Paulo. Nós encaminhamos os exames de imagem, eles fizeram a prótese em 3D no tamanho exato em que o paciente precisava para recomposição do crânio. Foi a primeira intervenção realizada na unidade de Caxias e já temos outros procedimentos agendados”, explicou o diretor geral do hospital, Jefferson Franklin Almada Coutinho.

Para o paciente Jefferson de Araújo Barros, a cirurgia significa uma fase superada. “Eu andava muito triste, mas com essa cirurgia fiquei mais feliz, agradeço de coração toda a equipe, médicos, enfermeiros e todos que cuidaram de mim. Estou melhor, graças a Deus”, agradeceu o pedreiro Jefferson de Araújo Barros.

Carregando