Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Campanha visa conscientizar população sobre vagas exclusivas em estacionamentos de São Luís

O uso indevido de vagas destinadas às pessoas portadoras de deficiência e com dificuldade de locomoção caracteriza infração.

Prefeitura realiza campanha de conscientização sobre vagas exclusivas em estacionamentos (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) iniciou, nessa quarta-feira (19), as atividades do projeto “Estacionamento Consciente“, que tem como objetivo orientar a população a respeitar as vagas exclusivas para idosos, gestantes e pessoas com deficiência física, em espaços públicos e privados. O trabalho será estendido a várias regiões da capital maranhense.

“Hoje colocamos nossas equipes nas ruas para orientar e conscientizar a população e os motoristas sobre a atenção para as regras dos estacionamentos em São Luís. O prefeito Eduardo Braide tem orientado sobre atividades que promovam o despertar para avanços em todas as frentes na cidade. E essa ideia vem justamente para fazer com que os cidadãos respeitem as vagas destinadas às pessoas idosas, deficientes, além da ocupação da vaga por longos períodos durante o dia, como é o caso da região do Centro da cidade”, disse o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Cláudio Ribeiro.

Durante o lançamento da ação, na Praça Dom Pedro II, no Centro da capital, agentes da SMTT fizeram abordagens a motoristas e distribuíram material educativo com orientações sobre uso correto das vagas, principalmente na área, seguindo as determinações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

As equipes da SMTT também intensificaram a fiscalização sobre o uso desse tipo de estacionamento com a ampliação da divulgação e os locais de emissão de selos de estacionamentos especiais, proporcionando mais acesso a quem tem direito. “O resultado positivo dessas ações está nos números de credenciais emitidas só este ano, que ao todo foram 3.571 unidades só nos primeiros meses”, explicou Cláudio Ribeiro.

A campanha “Estacionamento Consciente” também faz parte do cronograma de atividades de educação para o trânsito voltadas para o Maio Amarelo, realizadas pela SMTT com a finalidade de incentivar hábitos mais responsáveis que resultem em um trânsito mais seguro para todos, tais como intervenções em faixas de pedestres e blitzen educativas desenvolvidas pela Coordenação de Educação para Trânsito (Coetran).

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, o uso indevido de vagas destinadas às pessoas portadoras de deficiência e com dificuldade de locomoção caracteriza infração. Os veículos estacionados nesses locais devem exibir a credencial de forma que a fiscalização possa fazer a devida visualização.

Carregando