Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Será que vale a pena comprar imóvel na planta? Entenda aqui

postar em um novo local é perigoso, mas pode ser recompensador

Foto: Reprodução

Será que compensa comprar imóvel na planta? Isso requer que o novo proprietário tenha certa coragem, visto que o bem ainda está incompleto, tendo apenas seu planejamento. Apostar em um novo local é perigoso, mas pode ser recompensador.

Muitas obras apresentam projetos ambiciosos, mas quando vamos conferir na íntegra, não chega perto da promessa feita quando este foi adquirido. Apesar de este ser um fato possível, isto não torna a compra inviável.

Para te ajudar a decidir se comprar um imóvel na planta vale a pena, apresentaremos no artigo a seguir alguns pontos para que você possa decidir se esta pode ser a melhor compra. Aproveite e boa leitura!

Imóvel na planta é uma incógnita?

A dúvida paira para todos aqueles que buscam este tipo de propriedade para adquirir. Ao depender da construtora, as promessas podem não ser cumpridas da maneira que você esperava, lhe entregando um produto final que não condiz com a proposta original.

Ainda sim, se é do seu interesse adquirir um imóvel na planta, saiba que esta é uma escolha válida caso você esteja planejando mudar nos próximos anos, e não no mês seguinte.

Faça uma pesquisa sobre as construtoras na internet. O poder que esta tem para lhe ajudar em suas decisões é imensurável. Sempre é possível achar opiniões de outras pessoas que já experimentaram o serviço.

Existem alguns fatores que precisam ser levados em consideração para que a decisão de adquirir um imóvel na planta seja cabível para o seu caso. São estes:

Mantenha-se atento ao INCC

O Índice Nacional de Custo da Construção, também conhecido como INCC, é um indicador de correção do contrato de compra de qualquer propriedade que atua sobre o valor deste de acordo com a sua valorização.

É de extrema importância que o proprietário se mantenha atento na forma que este pode aumentar os custos da sua compra. Esse índice leva em conta desde os materiais utilizados dentro da construção até o custo da mão de obra que será utilizada nesta.

Todos os fatores podem reincidir no saldo total do comprador interessado no imóvel em questão, assim como no restante da dívida e na entrega efetiva das chaves.

A construtora pode desistir da construção

E assim é que começam os problemas. A construtora pode desistir da obra a qualquer momento. Inclusive, é possível que ela desista após o seu investimento feito com o contrato assinado.

Afinal, este é um direito dela. De acordo com a lei de número 4.591, criada em 16 de dezembro de 1964, é permitido à empreiteira responsável abandonar um projeto caso este venha a acreditar que, em qualquer momento, a construção venha ser um risco de caráter financeiro para a mesma.

Entretanto, existe um tempo limite para que a incorporadora possa declarar a desistência e abortar o projeto. Uma vez que tenham se passado 180 dias do início da construção, é proibido o cancelamento desta.

Atrasos na entrega

Este é um cenário mais comum em apartamentos do que em casas, mas pode sim ocorrer nesta. É de conhecimento popular que as empreiteiras podem demorar alguns dias a mais para entregar a sua propriedade do que o combinado.

No contrato consta que a empresa responsável pela obra pode atrasar a entrega em seis meses do que foi previsto.

Vale ressaltar que a quantidade de parcelas para se quitar o imóvel também é influenciada por este tempo adicional. Logo, caso a sua propriedade venha a sofrer com prazo estendido para entrega, fique atento à mudança de preço do parcelamento.

Confira todos os documentos

Existe uma série de detalhes que devem constar em uma documentação de imóvel. Detalhes estes que podem mudar todo o planejamento desta. Portanto, esclareça qualquer dúvida em relação ao contrato e fique atento a cada linha do mesmo.

Caso precise de ajuda, busque por um advogado especializado em assuntos imobiliários e peça para este que revise, junto a você, o acordo que a empresa de construção lhe oferecer. Assim, ficará claro o que é dito em cada parte.

Sempre acompanhe a construção

Sempre que possível, tenha um tempo reservado para ir até o local e conferir como a obra da sua futura propriedade está caminhando. Com a constante visita, é possível conferir se o todo acordado está sendo cumprido, garantindo a integridade do produto final.

Caso venha a acontecer qualquer mudança, é total direito do comprador cobrar da incorporadora os motivos pela mudança. Isto também a fará ciente de que você acompanha o projeto e deve entrar em contato sobre qualquer evento que venha acontecer em seu bem.

Imóvel na planta é uma compra que demanda atenção

Caso tenha vontade de adquirir um imóvel na planta, pondere as suas vantagens quando este estiver terminado. Atente-se a manter cada ponto citado aqui no texto para evitar surpresas desagradáveis no futuro.

Com isso, é ideal também que você conheça sobre outros assuntos relacionados, tais como sobre o que é depreciação ou o que é habite-se. Isso permitirá a você estar a parte de pontos importantes, sobretudo necessários, a respeito do seu imóvel. 

Carregando