Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mirante da Avenida Litorânea vira o novo cartão postal de São Luís

Espaço conta com uma gigantesca escultura em formato de serpente, para celebrar a cultura, lendas e o potencial turístico da cidade.

Inaugurado na noite dessa quarta-feira, 21, O Mirante da Avenida Litorânea já se tornou o novo cartão postal de São Luís. O espaço conta com uma gigantesca escultura em formato de serpente, para celebrar a cultura, lendas e o potencial turístico da cidade.

O espaço conta com uma gigantesca escultura em formato de serpente (Foto: DIvulgação)

O Mirante recebeu praça com novos acabamentos, mobiliário, paisagismo, inserção de guarda-corpo, pintura e iluminação. A escultura instagramável “O despertar da Serpente” é assinada pelo artista Ítalo Fonseca. “São 20 metros e mais de 1500 peças dobradas de forma artesanal dando corpo a esse ser imaginário tão conhecido por nós maranhenses”, explicou o carnavalesco e autor do projeto.

Mirante da Litorânea favorece uma ampla vista para o mar (Foto: DIvulgação)

Localizado nas proximidades do Hotel Blue Tree, o Mirante da Litorânea tem como ponto de partida projetual o uso de novos acabamentos e cores, que remetem ao pôr-do-sol e ao mar, como explica a arquiteta e supervisora de infraestrutura da Setur, Brenda Costa.

O Mirante da Litorânea tem como ponto de partida projetual o uso de novos acabamentos (Foto: Divulgação)

“A pintura nos degraus ao longo do passeio tem tons alaranjados a amarelados, canteiros revestidos com tijolinhos mais rústicos e com variação de tonalidades azuis esverdeadas, que remetem à mobilidade das ondas do mar, a escolha por pedra portuguesa no patamar superior de toda estrutura faz uma releitura do nosso centro histórico, com um traçado mais modernista. E por fim, no coração do projeto, uma escultura instagramável com argolas que saem do piso dando a impressão de fúria e imponência tal qual conta a famosa lenda; esta recebe iluminação interna de efeito e acabamentos em pintura náutica, por conta da salinização”, pontuou a arquiteta.

Carregando