Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Casal é executado na frente da filha em São José de Ribamar

Criança de dois anos foi encontrada por vizinhos, horas depois do crime, chorando ao lado dos corpos.

Danilson dos Santos e Isabel Viegas foram executados a tiros, na presença da filha de dois anos (Foto: Divulgação)

Um casal foi executado a tiros, na noite de quinta-feira (12), dentro de casa, na comunidade do Gurapiranga, localizado na zona rural de São José de Ribamar – na fronteira com São Luís. Os corpos de Danilson dos Santos Batista, de 31 anos; e Isabel Viegas Lopes, 38, só foram encontrados no início da manhã de ontem (13), após o choro da filha deles, uma menina de dois anos, ter chamado a atenção dos vizinhos.

De acordo com o delegado Felipe César, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), os primeiros levantamentos apontam que as duas vítimas foram chamadas em casa pelo suspeito e chegaram a conversar com ele, pelo portão, antes de serem executadas. Ambos foram alvejados com tiros na cabeça. A mulher também foi atingida em um dos braços.

“Nós acreditamos que o suspeito tenha atirado primeiro nele. Ela deve ter se desesperado e logo após foi atingida no braço e na cabeça”, explicou o delegado.

Danilson, conforme o delegado, havia saído há exatamente um mês do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde estava preso desde agosto do ano passado.

A criança, que ficou sozinha na residência durante toda a madrugada, com os pais já mortos, foi entregue ao avô paterno. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil, por meio da SHPP.

Até omomento, ninguém foi identificado nem preso pelo duplo homicídio, que pode ser mais um ligado à briga entre organizações criminosas na Grande Ilha, segundo a polícia.  

Carregando