Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Casarão no Centro de São Luís terá espaço para restaurante e cachaçaria 

Projeto Mercado das Artes ainda prevê outros dois ambientes principais, com espaço para o Museu do Azulejo, e salão de eventos.

O projeto Mercado das Artes iniciou as obras de reforma e adequação do casarão (Foto: Divulgação)

SÃo LUÍS – O projeto Mercado das Artes iniciou as obras de reforma e adequação do casarão nº 155, localizado na Rua Portugal, no Centro Histórico. O novo empreendimento é vencedor do edital 001/2019, referente à concessão de imóveis da ação Adote um Casarão.

Segundo o adotante do casarão, Lucas Araujo, são previstos quatro ambientes principais: o Museu do Azulejo, um restaurante, uma cachaçaria e um salão de eventos. A decoração será composta por obras de arte e produtos de artistas maranhenses, que ficarão à venda, para além da exposição.

“Vamos criar um ambiente aconchegante que promova a produção artística e cultural de São Luís, do Maranhão e do Nordeste”, enfatizou Lucas Araújo.

O casarão 155, da Rua Portugal, vai contar com recursos de acessibilidade e inclusão para que todos os visitantes locais e turistas possam ser acolhidos, principalmente os que possuem alguma necessidade especial ou dificuldade de locomoção, informou o adotante.

Geração de emprego e renda

O Projeto “Mercado das Artes” vai demandar uma equipe de diferentes colaboradores fixos e eventuais, favorecendo a geração de renda, além da atração de potenciais consumidores, de dentro e fora da cidade, para o Centro Histórico de São Luís.

“O Programa Adote um Casarão tem o objetivo de incentivar novos negócios, gerando emprego, aquecendo a economia e estimulando o fluxo de pessoas ao centro da cidade com atrativos e ações de infraestrutura e segurança, transformando a vida da população e das pessoas que ali moram”, afirmou Daniel Sombra, coordenador do Programa Nosso Centro na Secid.

Fábrica de cachaça e cerveja

Para os amantes das bebidas quentes e geladas, o Projeto “Mercado das Artes” visa, também, destacar a produção de bebidas originárias de São Luís. Para isso, o casarão abrigará um cenário de fábrica de cachaça e cerveja sob responsabilidade de uma destilaria e uma cervejaria local.

Carregando