Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Suspeito de matar ex-prefeito no Tocantins é preso por estupro em Imperatriz

Crime contra uma adolescente ocorreu no ano de 2011, e resultou na expedição do mandado de prisão com pena de 8 anos de prisão.

O ex-prefeito de Praia Norte, Gilmar Pinheiro foi assassinado a tiros (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil do Maranhão prendeu um indivíduo pelo crime de estupro de vulnerável, no município de Imperatriz. O crime ocorreu no ano de 2011 contra uma adolescente.

A 10ª Delegacia Regional de Imperatriz informou que o processo resultou na expedição do mandado de prisão com pena de 8 anos de reclusão em regime fechado.

A Polícia ainda descobriu, durante o processo de prisão, que o indivíduo é acusado de envolvimento no homicídio de Gilmar Marinho, de 46 anos, ex-prefeito da cidade de Praia Norte, no Tocantins, em janeiro de 2016.

O preso foi encaminhado ao sistema prisional da região para dar início ao cumprimento de sentença.

Homicídio de Gilmar Marinho

O ex-prefeito de Praia Norte, Gilmar Pinheiro, de 46 anos, foi assassinado com quatro tiros quando conversava com outras pessoas na frente da casa dele.

O crime aconteceu na noite de sexta-feira, 26 de janeiro. A vítima chegou a ser levada para um hospital, mas não resistiu e morreu.

De acordo com o irmão da vítima, Jaime Alves Pinheiro, dois homens passaram em uma motocicleta, atiraram contra o ex-prefeito e fugiram. De acordo com a Polícia Militar de Augustinópolis, os tiros atingiram o ombro, a cabeça e o abdômen.

Segundo investigação da Polícia Civil, o crime teria sido encomendado por Nivaldo Souza Barros, de 67 anos. Os executores seriam de Imperatriz (MA).

Carregando