Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Garoto de programa se passava por policial para atrair clientes

Segundo relato do suspeito aos policiais, o valor cobrado pelo programa era de R$300,00 a hora.

Falso policial civil é preso em SC — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um garoto de programa foi preso por suspeita de se passar por agente da Polícia Civil, em Chapecó, Oeste de Santa Catarina, nesse sábado (6).

O indivíduo de 27 anos foi preso em flagrante, e alegou em interrogatório que usava o uniforme para atrair mais clientes.

Na casa do suspeito, a polícia apreendeu diversas peças de roupa usadas pela Polícia Civil catarinense.

De acordo com a polícia, o garoto de programa responde em liberdade pelasinfrações penais previstas nos artigos 45 e 46 da Lei de Contravenções Penais, relacionadas ao fato de fingir-se de funcionário público e usar, publicamente, uniforme ou distintivo de função que não exerce.A pena é de até 3 meses de prisão e multa.

Segundo relato do suspeito aos policiais, o valor cobrado pelo programa era de R$300,00 a hora.

Segundo o delegado Elder Arruda Chaves, da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos da cidade, o profissional do sexo, que não teve o nome divulgado, não foi para o presídio. “Os crimes praticados [pelo suspeito] permitem a lavratura, apenas, de Termo Circunstanciado de Ocorrência. Ele assumiu o compromisso de comparecer em juízo e teve que ser liberado em razão da legislação”, concluiu.

Carregando