Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mulher tem mal súbito e morre ao ver sobrinho esfaquear a própria irmã

Indivíduo foi capturado por PMs do 27º BPM, em sua casa, após atacar a vítima na volta de uma festa de formatura.

Antony Souza foi preso em flagrante (Foto: Divulgação)

Uma mulher morreu ao ter um mal súbito após ver o sobrinho esfaquear a própria irmã, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, nesse domingo, 14. Ela foi identificada como Ana Claudia Pereira Cardoso.

Antony André Faleiro de Souza foi capturado por PMs do 27º BPM, em sua casa, após atacar a irmã na volta de uma festa de formatura. A arma do crime foi apreendida pelos agentes em cima da cama do suspeito.

A vítima da facada, uma operadora de telemarketing, foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levada para o Hospital Municipal Rocha Faria. Após ser atendida, ela prestou atendimento na 36ª DP (Santa Cruz) e contou que a briga começou na van que os levava para casa após o evento.

Ainda dentro do veículo, Antony teria dado um soco na namorada da irmã e, por isso, o motorista pediu que todos saíssem do carro. Segundo a mulher, o irmão estava “descontrolado e alcoolizado”.

Em seguida, os irmãos se separaram e foram cada um para sua casa. Antony, no entanto, pegou uma faca e foi para a residência da irmã procurá-la. Segundo a mulher, ao sair para falar com seu irmão, ele a golpeou com uma facada em suas costas. Depois do golpe, a mulher fugiu e se trancou no banheiro. Nesse momento, ainda de acordo com o relato, o agressor quebrou a janela do basculante do banheiro e ficou gritando ‘Vem! Vem!’.

A tia da vítima e do agressor, Ana Claudia, estava passando mal e, segundo a sobrinha, ao ver toda a confusão, “sofreu um infarto” e morreu no local. O agressor fugiu e foi para casa. A vítima e a namorada, então, acionaram a PM, que o capturou.

A perícia foi acionada e a remoção do corpo foi providenciada. O homem foi autuado em flagrante pela tentativa de feminicídio da irmã e por lesão corporal, cometida contra a namorada da vítima.

Carregando