Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Comunidade Cajupary, na zona rural de São Luís, recebe 5 km de asfalto

Obra é fruto de uma emenda parlamentar destinada pelo prefeito Eduardo Braide, ainda enquanto deputado federal.

Comunidade Cajupary, na Zona Rural de São Luís, recebe 5 km de asfalto (Foto: Divulgação)

Os trabalhos do Programa Asfalto Novo na comunidade Cajupary, Zona Rural de São Luís, foram iniciadas nesse sábado, 27. No total, serão implantados 5 km de asfalto, contemplando toda a via de acesso à comunidade.

As obras serão realizadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e coordenadas pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp). O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, esteve no local e acompanhou o início dos trabalhos.

O início do Asfalto Novo em Cajupary é fruto de uma emenda parlamentar de R$ 3.390.274,04, destinada pelo prefeito Eduardo Braide, ainda enquanto deputado federal, à Codevasf – empresa pública vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional. Do total, R$ 2.850.000,00 empregados exclusivamente para ações de pavimentação e mais de 9 km de drenagem superficial, ou seja, para a construção de meio-fio e sarjetas para evitar alagamentos e proporcionar mais vida útil ao asfalto. Os outros R$ 540.274,04 restantes estão sendo utilizados na implantação de um sistema de drenagem profunda – de 520 metros de extensão – em determinada região alagadiça da comunidade.

Nesta primeira etapa da obra, os operários estão trabalhando, com o auxílio de uma patrol, no nivelamento de toda a Estrada do Cajupary. Após esse trabalho, denominado terraplanagem, será realizada a imprimação – processo que consiste na aplicação de material asfáltico sobre a superfície da base concluída, antes da execução do revestimento asfáltico, objetivando conferir coesão superficial, impermeabilização e permitir condições de aderência entre a base e o revestimento a ser executado, isto é, o último passo de toda a obra – o maior dos anseios de quem, há anos, convive com poeira e lama na porta de casa.

Carregando