Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Adolescente de 17 anos é suspeito de matar casal e outro jovem

Inquérito dos casos foi finalizado e não apontou motivação comum entre os crimes.

Segundo a Polícia Civil, as mortes de Renan Kalbush, Rafael Fachner e Pamela Silva tiveram a participação de uma mesma pessoa (Foto: Reprodução)

Um triplo homicídio tem como principal suspeito um adolescente de 17 anos, de acordo com a Polícia Civil de Rio do Sul, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina.

O adolescente teria matado um jovem de 21 anos, que teve partes do corpo escondidas dentro de uma mala e, depois, assassinou um casal com três dias de diferença.

Conforme o delegado Thiago Cardoso Silva, o adolescente está apreendido desde o dia 16 de outubro, e pode ter envolvimento em pelo menos mais uma morte na região. Não foi possível confirmar se houve uma motivação comum entre os assassinatos.

” O adolescente apreendido é suspeito tanto da morte do Renan, do Rafael e da Pâmela, mas não achamos nenhuma motivação [em comum] entre os dois [crimes]”, afirmou o delegado.

De acordo com Thiago, os crimes têm relação com o tráfico de drogas. O adolescente, em depoimento, permaneceu em silêncio, mas negou ter participado dos crimes.

Ele responderá por ato infracional análogo a homicídio. Os inquéritos dos crimes foram encerrados e o processo corre em segredo de Justiça, segundo o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC).

O jovem, segundo o delegado, era amigo de Renan e Rafael. No caso de Pamela Silva, segundo as investigações, o crime se tratou de uma “queima de arquivo”. A mulher passou a buscar informações sobre os autores da morte do companheiro.

Carregando