Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Aluno foi o responsável por manter professora refém dentro de um carro em Timon

Estudante, de 19 anos, alegou que precisava fugir, pois havia cometido um assassinato.

Policiais cercaram o veículo da vítima, que estava sendo feita de refém pelo estudante (Foto: Reprodução)

Uma professora foi mantida refém dentro do próprio carro, na noite de quarta-feira (23), em frente ao 11º Batalhão de Polícia Militar, na cidade de Timon, por um aluno do 3º ano da Escola Padre Delfino, identificado como Rodrigo da Silva Nascimento, de 19 anos.

A vítima, Priscila Guimarães, que leciona Inglês na unidade de ensino, ficou mais de duas horas sob poder do estudante, que estava armado com uma faca.

De acordo com o comandante do 11º BPM, tenente-coronel J. Alves, ele abordou a professora por volta das 17h30 ainda na escola e depois, já no carro dela, passaram a rodar por várias ruas do município. Rodrigo dizia à vítima, conforme o comandante, que havia cometido um homicídio e precisava ir para um determinado local, não revelando especificamente. Entretanto, a professora alegou que não havia gasolina suficiente para chegar e o jovem pediu para que a mesma dirigisse até a porta do quartel da PM.

No local, eles chegaram às 18h30 e permaneceram até pouco mais de 20h30, quando, depois de muita negociação, ela deixou o carro sem nenhum ferimento. Em seguida, o aluno saiu correndo em direção a um policial militar, com uma faca na mão, e acabou alvejado com dois tiros. Ele foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado até um hospital, onde foi submetido a uma cirurgia e passa bem.

A polícia segue investigando o caso, com o intuito de descobrir se o relato do suposto homicídio praticado pelo estudante é verdadeiro.

Carregando