Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Profissionais da segurança pública do MA serão capacitados para aprimorar o atendimento às mulheres vítimas de violência

Ministério da Justiça promove a segunda edição do ano para cerca de 80 policiais militares e civis, bombeiros militares e guardas civis.

Ministério da Justiça promove a segunda edição do ano para cerca de 80 profissionais (Foto: Divulgação)

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) chega à Região Nordeste para capacitar policiais civis, militares, bombeiros e guardas municipais. Os cursos acontecem de 21 a 25 de março paralelamente em Salvador (BA) e São Luís (MA). A expectativa é que 80 profissionais sejam qualificados pela equipe técnica da Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen/MJSP).

“O Governo Federal está empenhado no combate às diferentes formas de violência contra a mulher. Estamos disseminando conhecimento por todo o Brasil para que os integrantes do Sistema Único de Segurança Pública tenham os conhecimentos necessários para atuar em suas competências institucionais”, afirma o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

O curso traz conhecimentos de legislação, atendimento especializado, direitos humanos, gestão da informação e oficinas de vivenciamento. Até o início de abril, especialistas em temas como relações de gênero, legislação, atendimento especializado e direitos humanos vão ministrar, presencialmente, o Curso Nacional de Capacitação para o Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Familiar em quatro capitais.

A próxima edição será realizada entre os dias 28 de março a 1º de abril em São Paulo (SP) e Macapá (AP).

Capacitações
O primeiro curso já realizado este ano capacitou 80 profissionais nos estados de Sergipe e Rio Grande do Norte. A expectativa do MJSP é capacitar 320 agentes de segurança pública nos oito estados contemplados neste ano. Em 2021, a primeira rodada das capacitações qualificou 245 profissionais em Brasília (DF), Manaus (AM), Goiânia (GO), Recife (PE) e Curitiba (PR). Importante ressaltar que todos os participantes são indicados pelas respectivas instituições de atuação.

Investimentos
Além das ações intensivas de segurança no enfrentamento à violência contra a mulher, como a realização de operações conjuntas e integradas com os estados e o Distrito Federal, o MJSP investiu mais de R$ 8 milhões em cursos de capacitação e qualificação de agentes das forças de segurança federais e estaduais que atuam no atendimento às vítimas de violência.

Em 2021, por meio da Segen, foram disponibilizados mais de 10 cursos, online e presencial, que contaram com a participação de aproximadamente 26 mil agentes.

Princípios de Atendimento às Mulheres em Situação de Vulnerabilidade, Atuação Policial Frente a Grupos Vulneráveis e Curso Nacional de Capacitação para o Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Familiar (Presencial) foram os mais procurados pelos alunos. Para 2022, a previsão é de investimentos de R$ 18 milhões em cursos de capacitação.

Sobre os cursos
Atualmente, sete cursos sobre prevenção e enfrentamento à violência praticada contra a mulher, em especial no contexto da violência doméstica e familiar, são ofertados, gratuitamente, pelo MJSP – a maioria é na modalidade EaD. As inscrições de cursos on-line podem ser feitas pelo próprio agente no portal.ead.senasp.gov.br.

Carregando