Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Número de MEIs chega aos 164 mil no Maranhão

Esse grupo já representa 46,6% das empresas registradas no estado.

Número de MEIs chega aos 164 mil no Maranhão (Foto: Divulgação)

Na semana em que o Sebrae do Maranhão estará focado em atividades para os Microempreendedores Individuais (MEIs), os números mostram que esse é o grupo de empresas que mais cresce no estado. Segundo os dados oficiais, o contingente desse tipo de empresa chegou aos 164 mil em abril desse ano, ou seja, 46,6% das empresas maranhenses registradas estão enquadradas nessa categoria.

O crescimento do número de Microempreendedores Individuais vem acelerando desde 2019 e, em média, o volume de novos MEIs abertos no Maranhão cresce a uma razão de 19,5% ao ano; por isso, saltou de 110 mil para o volume registrado em abril desse ano. Isso quer dizer que de 2019 pra cá foram abertos cerca de 54 mil MEIs apenas no Maranhão, mostrando que este tipo de empresa, que foi concebida para ser uma forma de formalizar profissionais liberais que atuavam informalmente e para ser o primeiro degrau para quem deseja ser empresário, veio pra ficar.

“Foram dois anos muito difíceis para os empreendedores em geral e os MEIs, em particular. No entanto, os números mostram que esse grupo de empresas é resiliente e tem se tornado cada vez mais uma opção para profissionais liberais e trabalhadores que precisam encontrar alternativas para obtenção de renda. Essa visão ficou mais cristalina com a pandemia, quando muitas vagas de emprego formal foram fechadas e as pessoas precisaram encontrar soluções para se manter. Empreender como MEI foi um dessas soluções e esse é um fenômeno que aconteceu em todo o país”, comentou o diretor Técnico do Sebrae, Mauro Borralho.

VESTUÁRIO

Dentro os 164 mil MEIs maranhenses está a empresária Fabiana Silva Costa que atua no mercado de varejo de roupas masculina e feminina em Imperatriz. Ela começou comercializando seus produtos dentro de sua casa e chegou mesmo a incrementar seus negócios com a introdução de outros produtos ligados ao seu público-alvo, como cosméticos.

Com os novos passos que deu, a casa de Fabiana foi ficando pequena com a quantidade de mercadorias oferecidas aos seus clientes e ela viu a chance de ir para um ponto comercial. Em 2020, tomou a decisão e abriu a loja física em um bairro tradicional de Imperatriz; a Vila Lobão.

Pouco depois de abrir a loja física, a empresária precisou enfrentar os efeitos da pandemia e chegou mesmo a fechar as portas para atender as exigências sanitárias exigidas durante o período mais agudo da crise de covid-19. Foi nesse momento que Fabiana se viu obrigada a se reinventar.

Com o suporte do Sebrae no Maranhão, ela encontrou soluções para o momento e hoje segue firme; expandiu a oferta de produtos com a introdução de roupas infantis.

“As vendas estão em alta e hoje tenho dois anos de loja física com a Fabiana Modas e Presentes.Com o Sebrae aprendi a trabalhar e enxergar melhor, aprimorei as vendas também. Recebi orientações importantes na gestão financeira, que antes fica perdida com as entradas e saídas”, explicou.

SEMANA DO MEI

A Semana MEI, promovida anualmente pelo Sebrae para oferecer uma programação ampla de oficinas, palestras e atendimento especializado para os microempreendedores individuais (MEI), acontece a partir desta segunda-feira (16) em todo o Brasil. Até sexta-feira (20), as atividades serão oferecidas gratuitamente em todas as unidades do Sebrae no estado, nas Salas do Empreendedor e em espaços de parceiros institucionais.

No Maranhão, serão promovidas cerca de 400 ações gratuitas em 97 municípios da área de abrangência das 12 regionais do Sebrae no estado. São palestras, oficinas, consultorias, cursos, atendimento individualizado e orientação empresarial ao MEI e, em São Luís, o diferencial é a oferta de mentorias.

Em cada dia da Semana do MEI 2022, o empreendedor vai acompanhar atividades para se inspirar, inovar, planejar os negócios, cuidar das finanças e vender mais.

Atualmente, o Brasil conta com pouco mais de 13,8 milhões de donos de pequenos negócios formalizados como MEI por todo o país. No Maranhão, até abril, haviam 165 mil MEIs cadastrados. Desse total, 56,1 mil estão em São Luís e 14,5 mil em Imperatriz, os dois municípios de maior concentração de empreendedores cadastrados nessa pessoa jurídica.

“Acreditamos que a Semana do MEI 2022 será uma grande oportunidade para o microempreendedor individual buscar capacitação e conhecimento para a retomada dos negócios, de forma mais sustentável, no período póspandemia. Preparamos um evento completo, pois sabemos dos desafios do dia a dia para o MEI e acreditamos no potencial dos empreendedores para uma retomada sustentável de seus negócios”, pontuou o Mauro Borralho.

O diretor do Sebrae também comentou que o MEI recebe uma atenção especial do Sebrae. “Temos vários serviços focados no MEIs, principalmente porque é comum este tipo de empresário ter que empreender pela necessidade de gerar renda e começam vindos da informalidade, sem muito planejamento e com pouco conhecimento sobre a gestão do negócio. A Instituição entra orientando e garantindo ferramentas de educação empreendedora e de gestão para apoiar esse tipo de empresário”, finalizou Borralho.

Carregando