Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

27 pessoas foram autuadas durante Operação Lei Seca em São Luís

As ações de fiscalização do Réveillon pela Vida contaram com a participação da equipe de educadores do Detran-MA e do educador Willame Damasceno, do Projeto “Humanizar”

Foto: Reprodução

O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) intensificou as operações da Lei Seca durante as festividades de fim de ano. As blitzen do Réveillon pela Vida, como foi nomeada a operação especial, aconteceram na terça-feira (31), na Avenida Jerônimo de Albuquerque, e na madrugada da quarta-feira (1º), simultaneamente na Avenida São Luís Rei de França, Avenida Daniel de La Touche e na Estrada de Ribamar (MA-201). A operação teve parceria com a Polícia Militar, por meio do Batalhão de Polícia Militar Rodoviário (BPRv).

Durante a operação, foram registradas 503 abordagens a veículos, 443 testes do etilômetro (bafômetro), 41 recusas e 27 autuações a condutores que dirigiam sob o efeito de álcool, conforme o Art. 165. Uma pessoa foi conduzida à delegacia de polícia por crime de alcoolemia.

As ações de fiscalização do Réveillon pela Vida contaram com a participação da equipe de educadores do Detran-MA e do educador Willame Damasceno, do Projeto “Humanizar” desenvolvido pelo Detran-MA, que capacita vítimas de acidentes de trânsito a participarem das ações educativas, contando sua experiência de vida.

Segundo a diretora geral do Detran-MA, Larissa Abdalla Britto, intensificar a fiscalização neste período é essencial para evitar acidentes. “Nosso objetivo é tornar o cidadão consciente que beber e dirigir não é uma opção. A intensificação das blitzen visa reforçar a segurança, reduzir o número de acidentes e preservar vidas, tirando das ruas os motoristas que ainda insistem em conduzir veículos sob o efeito de bebida alcoólica”, afirmou.

O tenente Roque Antônio Santos, do BPRv, explicou a razão do reforço nas operações. “Em virtude do índice de acidentes que tende a aumentar nesse período do ano por conta do aumento do fluxo de veículos nas vias, as blitzen foram ampliadas para, além de coibir, conscientizar os condutores”, relatou o tenente.

Carregando