Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Reviva Centro segue com programação infantil aos domingos no Complexo Deodoro

Os Tripalhaços Azedinho e Foguinho e a Banda Vagalume são as atrações deste domingo (12), a partir das 17h

Programa do prefeito Edivaldo, Reviva Centro segue com programação infantil aos domingos no Complexo Deodoro. (Foto: Divulgação)

O sorriso de uma criança é contagiante, assim como a simplicidade em fazer de tudo uma brincadeira. Pensando nisso, a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior dá continuidade ao Arte na Praça, atividade que integra o programa Reviva Centro, com recreação infantil com os Tripalhaços Azedinho e Foguinho e Banda Vagalume, no Complexo Deodoro, neste domingo (12), às 17h. O Arte na Praça é realizado pela Prefeitura de São Luís e coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult).

“Janeiro é mês de férias escolares e por determinação do prefeito Edivaldo o Arte na Praça prossegue com uma animada recreação infantil no Complexo Deodoro. A cada dia mais ludovicenses levam seus filhos para aproveitar a programação. Palhaços, brincadeiras, jogos e banda fazem a festa da garotada”, destaca o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão.

No Circo Escola, equipamento social da Prefeitura de São Luís, nasceu a dupla de palhaços Azedinho e Foguinho. Lá, eles tiveram o primeiro contato com a arte circense e aprimoraram as técnicas de apresentação, criando os Tripalhaços, um espetáculo de circo maluco. Durante a apresentação, a dupla interage com o público a partir de brincadeiras, acrobacias, malabares e muita palhaçada.

Logo depois, as crianças vão ter um baile só para elas. A festa vai ser comandada pela Banda Vagalume, que fará um show em ritmo carnavalesco. O grupo já entreteu as crianças em outras edições do Arte na Praça e em vários eventos pela cidade, como Carnaval com marchinhas e frevos de músicas infantis, arraiais e Dia das Crianças, além de desenvolverem um trabalho de ação social com a Caravana Vagalume em bairros periféricos de São Luís, levando arte como elemento de inclusão e transformação social.

Carregando