Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sindicato emite nota sobre ensino bilíngue adotados em escolas

Após polêmica dos últimos dias, Sindicato dos Estabelecimentos Particulares se manifesta para esclarecer alguns questionamentos

Foto: Reprodução

Após pais de alunos de algumas escolar particulares de São Luís procurarem o Procon e o Ministério Público, no intuito de questionar os preços praticadas pela inclusão da metodologia bilíngue nas instituições de ensino, o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Maranhão emitiu nota à imprensa para devidos esclarecimentos.

Confira abaixo a nota na íntegra do SINEPE-MA

Diante dos questionamentos sobre programa bilíngue e sistemas de ensino adotados por escolas particulares no estado do Maranhão, o SINEPE-MA vem a público esclarecer, elucidar dúvidas e restabelecer a verdade com o objetivo de promover a harmonia nas relações entre pais e estabelecimentos de ensino.

Atendendo às determinações da BNCC e às necessidades atuais de domínio de um segundo idioma para inclusão no mundo globalizado, escolas adotaram programas de ensino de inglês. Com autonomia pedagógica respaldada pela LDBN (Lei 9.394/96, Art. 12, I-1˚), instituições investiram em capacitação de professores e/ou adquiriram programas de editoras e/ou institutos especializados e consolidados no mercado para se adequarem à uma realidade educacional inovadora e equiparada a outros países~, utilizando, para tanto, materiais didáticos não limitados ao material impresso.

As mudanças na estrutura do ensino do inglês demandam de cada escola investimentos distintos e condizentes com suas realidades, a exemplo do número de alunos, nível de proficiência dos docentes e ampliação de carga horária.

As demandas que os colégios recebem hoje vão além do ensino tradicional, com normativas e leis que exigem das escolas repensarem práticas e metodologias para preparar os alunos para um futuro que não se conhece, com profissões que sequer ainda existem.

Não à toa, é louvável a iniciativa pioneira do governo do estado do Maranhão de criar a primeira escola pública bilíngue do Brasil, avançando da sua responsabilidade legal e oferecendo o ensino do inglês aos alunos do ensino fundamental.

Quanto aos sistemas de ensino, as escolas têm a liberdade de escolha e adoção de material didático alinhado com suas metodologias, tendo sido este tema objeto de ação civil pública movida pelo MPE, na qual foi reafirmada pela Justiça a autonomia pedagógica dos estabelecimentos privados de ensino.

Em face dos esclarecimentos, o SINEPE-MA sugere aos pais que ainda possuem dúvidas, que busquem o diálogo com as escolas para não serem influenciados por informações distorcidas que vão de encontro ao compromisso das instituições em construir uma sociedade melhor por meio de uma educação de qualidade e inovadora.

São Luís, 16 de janeiro de 2020.

A DIRETORIA

Carregando