Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Segurança Pública desenvolve planejamento estratégico contra assaltos a residências

As operações realizadas pela SSP-MA são coordenadas pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).

Ações repressivas e de prevenção integram o plano de trabalho da Polícia Civil para controle de assaltos e furtos a residências. No trabalho, policiais são destacados para a coleta de evidências em locais de crime e identificação de suspeitos, bem como para o cumprindo de mandados de prisões cautelares (preventivas e temporárias) e buscas e apreensões domiciliares. As operações realizadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA) são coordenadas pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) com apoio de outras unidades da Polícia Civil.

Para conter o avanço dos casos, em 2016 a Polícia Civil sistematizou o monitoramento dos casos com um trabalho mais direcionado de estatística, no que se refere ao levantamento dos números. Foi elaborado um banco de dados com informações de suspeitos, bem como houve capacitação e treinamento, aprimorando as técnicas investigativas dessa modalidade criminosa, incluindo ações de inteligência. A polícia realizou ainda ações estratégicas como visita a locais passíveis de risco e acompanhamento de situações a fim de prevenir novas ocorrências.

Fruto deste trabalho, houve a redução em 44% no número destes casos, no comparativo dos últimos quatro anos. Enquanto em 2016 somaram 820 investidas contra residências, em 2019, o número reduziu para 367. Já no segundo ano de execução da nova sistemática, a redução foi de 32%. “Os números eram bastante preocupantes até a implantação do novo modelo de controle a este crime. O que temos hoje é uma redução expressiva dos casos, fruto de um processo investigativo e de inteligência”, pontua o delegado titular da DRF, Bruno Aguiar.

O delegado destaca ainda a ação intensificada dos policiais e os investimentos do Governo do Estado em infraestrutura, aumento do efetivo e em ações de valorização do policial como contribuintes para controle dos casos. O plano de trabalho abrange toda a Região Metropolitana de São Luís, sendo prioridade áreas de maior demanda com objetivo de controlar e frear o avanço desta modalidade de crime.O trabalho tem apoio da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV) e Supervisão de Áreas Integradas de Segurança Pública (SAISP-Oeste).

Monitoramento nos bairros

O programa Ronda Comunitária nos Bairros é outra ação da Segurança Pública, realizado pela Polícia Militar, que soma no controle aos crimes contra residências. Com a iniciativa, a corporação estreita o relacionamento com a comunidade, atendendo de forma direta as demandas na área de ocorrência. O programa conta com efetivo policial e viaturas na promoção de abordagens, apreensões, monitoramento e atendimento a situações de assaltos e furtos a residências e pessoas. Na lista de bairros incluídos no trabalho de monitoramento está Calhau, Sítio Leal, Araçagi, Cohatrac, Cohab, dentre outros bairros.

Dicas de segurança

Para se prevenir deste crime, alguns cuidados são necessários, considerando situações que causam o risco desta ocorrência. O delegado Bruno Aguiar orienta ser criterioso, observador e adotar atitudes de segurança. É importante ficar sempre atento ao que acontece nas imediações da residência. Veículos desconhecidos parados por longo período, pessoas estranhas observando o movimento, aglomerações ou qualquer outro fato estranho deve ser comunicado imediatamente às autoridades competentes.

O delegado orienta, ainda, a não deixar cópias de chaves em portarias, guaritas, recepções e locais secretos como batente de portas, embaixo de tapetes ou dentro de vasos de plantas. Lixeiras devem estar afastadas de muros e grades, assim como árvores com mais de dois metros devem ser podadas. Essas estruturas podem favorecer o acesso de suspeitos ao imóvel.

Outro alerta do delegado é não deixar evidências como correspondências acumuladas na caixa do correio. Alguns itens de segurança podem auxiliar na inibição da ocorrência desses crimes, como câmeras, cercas elétricas e alarmes. “É bom conhecer seus vizinhos e combinar medidas de auxílio mútuo, como sinais luminosos, telefonemas e outros códigos de emergência”, reforça Bruno Aguiar.

Onde denunciar:

– Delegacia de Roubos e Furtos, na Rua Nossa Senhora da Vitória – bairro Vila Palmeira.

Carregando