Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Boeing planeja 1º voo do 777x para esta semana

O 777X terá asas dobráveis que serão fabricadas com material composto de fibra de carbono

 

A Boeing planeja promover o primeiro voo teste do 777x nesta semana, afirmaram duas fontes com conhecimento do assunto, nesta terça-feira à Reuters. Uma fonte próxima de um dos nove clientes firmes do avião afirmou que o voo vai ocorrer na quinta ou sexta-feira na base de aviões comerciais da Boeing, em Seattle, dependendo do clima.

O avião deverá ser o maior bimotor do mundo, contando com asas dobráveis de 71,7 metros de envergadura, que permitem o avião voar com máxima eficiência, especialmente em voos ultralongos. O avião novo 777X é propulsado pelos motres GE 9X, os maiores motores da indústria aeronáutica, contando com diâmetro do fan de 3,4 metros, basicamente a mesma largura da seção transversal dianteira da fuselagem do Boeing 737.

Cada motor GE9X oferece empuxo de 105.00 lbf, mais que o dobro da existente nos motores CF6-50 instalado no Boeing 747-400, que possui 51.000 lbf, cada. Todavia, o motor é ligeiramente menos potente que os atuais GE90-115B, utilizados no 777-300ER, que fornecem 115.00 lbf, cada. A redução na potência se deve ao novo design do núcleo do motor, somado as melhorias aerodinâmicas aplicadas nas pás do fan, compressor e turbina.

Uma das inovações do 777-9 são suas asas dobráveis, que permite reduzir a envergadura em operações no solo, que passa de 71,7 m para 64,8 m. O objetivo é manter o 777-9 dentro das atuais regras para uso em aeroportos código E, ou seja, com limite de envergadura de 64,99 metros.

Carregando