Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Centro de São Luís recebe cortejo de blocos tradicionais nesta sexta-feira (24)

A concentração acontece a partir das 16h e a saída está marcada para as 17h

Blocos tradicionais estarão presentes em cortejo, no Centro de São Luís, nesta sexta-feira, 24. (Foto: Divulgação)

A batucada original e as belas fantasias dos blocos tradicionais animam o Centro de São Luís nesta sexta-feira (24). Com apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura (Secma), a Academia Maranhense de Blocos Tradicionais realizará cortejo com a participação de 17 grupos.

O cortejo sairá da Praça Deodoro em direção ao Centro Histórico de São Luís, mostrando a beleza do encontro que formará um único bloco carnavalesco. A concentração acontece a partir das 16h e a saída está marcada para as 17h.

O cortejo reunirá as agremiações Os Brasinhas, Originais, Curingas, Foliões, Vingadores, Tremendões, Falcão de Prata, Príncipe de Roma, Kambalacho, Gladiadores, Renovação do Ritmo, Feras, Tradicionais do Ritmo, Trapalhões, Inacreditável, Vampiros e Bloco Tradicional da APAE.

No próximo dia 30, mais um cortejo, formado por outros 17 grupos, repetirá o trajeto levando toda a riqueza e tradição dessa manifestação cultural. No total, são 34 agremiações apoiadas.

O bloco tradicional é uma expressão da cultura popular maranhense e remonta a década de 1920, quando as chamadas ‘turmas’ saiam pelas ruas de São Luís. Depois a brincadeira se popularizou. Nos anos 60, a cidade já contava com mais de 60 blocos nessa categoria. Suas apresentações acontecem na passarela do samba, onde disputam títulos de carnaval. Fazem apresentações, também, nas ruas e bailes.

Programação do cortejo dos blocos tradicionais. (Foto: Divulgação)

Conhecidos pelo som peculiar, os blocos tradicionais utilizam instrumentos de percussão típicos como tambor contratempo, retintas, cabaças, reco-recos, agogôs, ganzás, maracás, rocas, afoxés e apitos. A mistura resulta em diversos estilos musicais. Os figurinos também são caracterizados pela exuberância, sejam nas golas, mantos, chapéus, camisões, cangas, perneiras ou botas.

Carregando