Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Dia Nacional da Mamografia: FIDI alerta sobre a importância do exame

O exame deve ser realizado anualmente em mulheres a partir dos 40 anos, ainda que assintomáticas.

Foto: Reprodução

O Dia Nacional da Mamografia, comemorado nesta quarta-feira, 05 de fevereiro, foi adotado para a conscientização da importância do exame. O câncer de mama é o tumor maligno mais incidente entre as mulheres, principalmente nas idades de 40 a 60 anos. A Dra. Vivian Milani, médica radiologista da Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem (Fidi), alerta que muitos tumores mamários não são palpáveis ou dolorosos, por isso a necessidade de ações preventivas para uma análise precoce.

“A mamografia é capaz de detectar lesões muito pequenas, de milímetros, imperceptíveis à palpação. Quando uma alteração é detectada inicialmente, como, por exemplo, nódulos, as chances de cura são muito maiores”, explica a especialista.

O exame deve ser realizado anualmente em mulheres a partir dos 40 anos, ainda que assintomáticas. Contudo, se a paciente tiver fator de risco, como casos na família de câncer de mama, é necessário iniciar o rastreamento precoce. Nesses casos, é indicado iniciar o acompanhamento 10 anos antes da idade que a familiar apresentou a doença.

A realização da mamografia é recomendada após o período menstrual, quando as mamas estão menos sensíveis e inchadas, aponta a Dra. Vivian. “As pacientes que não menstruam mais e apresentam muita sensibilidade ao exame devem informar a técnica de mamografia, o quão sensível são suas mamas e com certeza uma atenção especial será dada. Lembre-se: o exame é muito rápido e os benefícios são inúmeros.”

Carregando