Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

UFMA abre nessa sexta-feira exposição ‘Máscaras de Fofão’

A exposição ficará aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h

Exposição reunirá máscaras de fofão feitas com papel machê. (Foto: Divulgação)

50 máscaras artesanais de fofão estarão em exposição nessa sexta-feira (07), às 19h, na Galeria Antônio Almeida do Palacete Gentil Braga (rua Grande, 782 – Centro), em São Luís/MA. Aberta ao público, a mostra reunirá peças feitas por alunos da oficina ministrada pela artista visual Marlene Barros. A exposição ficará aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Saiba mais em www.cultura.ufma.br

Antes da abertura haverá um cortejo carnavalesco realizado pelo Sesc, com a participação do Blocão do Fofão e o Bloco do Cabeção da Dac. Animados pela Banda Blocão do Fofão, o cortejo sairá às 17h da concentração, no Sesc Deodoro, seguindo pela rua Grande e retornando pela mesma. Em seguida os fofões e foliões participarão da inauguração oficial da exposição, às 19h, divertindo-se em um baile dos antigos carnavais de rua.

RESGATE CULTURAL

A exposição é uma realização da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), via Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec). A promoção é da Diretoria de Assuntos Culturais (Dac). A mostra tem apoio institucional da Superintendência de Comunicação e Eventos da Ufma e Fundação Josué Montello. A diretora da Dac e coordenadora da mostra, Li-Chang Shuen Sousa, afirmou que a Ufma está sempre atenta às demandas da nossa cultura.

PAPEL MACHÊ

“Fomentar a exposição e oficina de confecção de máscaras artesanais de fofão ajuda a manter viva essa tradição do nosso carnaval de rua”, disse Li-Chang Shuen Cristina Silva Sousa. A artista visual Marlene Barros destacou que “a realização dessa oficina e exposição resgatam a figura do fofão, personagem importante do nosso carnaval”, disse Marlene Barros. “Propicia ainda aos alunos a oportunidade de realizarem suas próprias máscaras e aprenderem a técnica do papel machê. Uma técnica simples, mas que abre um leque de possibilidades para sua utilização em vários outros trabalhos”, complementou Marlene Barros.

Carregando