Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Bicicleta e Sindicato mostram a força do samba no antigo Casino Maranhense

O grupo anfitrião Bicicletinha recebe mais uma vez a rapaziada do Sindicato numa parceria que também ganha força no domingo no Beach Bar na Litorânea

(Foto: Divulgação)

Há 15 dias do carnaval oficial, na capital maranhense, a Bicicleta do Samba prepara mais uma vez a sua turma para receber seus foliões simpatizantes do pré-carnaval da Ilha, em mais uma edição de sua Gincana Carnavalesca 2020.

A festa, que começou itinerante resgatando ruas e bairros tradicionais da cidade, como o Canto da Comunicação, na Rua São Pantaleão; a Quinta do Diamante, no bairro do mesmo nome e estacionou no antigo Casino Maranhense, no Restaurante Sabor Especial, na Beira-Mar, chega à sua 5ª e penúltima edição, da temporada que marca os ensaios para o carnaval oficial da brincadeira em cidades da baixada maranhense.

Com a participação do Sindicato do Samba, detentor de uma musicalidade ímpar, que tem como principal característica um repertório composto por músicas autorais e composições da cultura popular maranhense, o projeto ganhou ainda mais força e promete agigantar o carnaval em outras edições futuras.
Fundado há 22 anos, em novembro de 1997, o SDS vem batalhando arduamente pelo seu espaço no cenário musical maranhense, sempre defendendo a bandeira da música popular feita no Maranhão.

O Sindicato do Samba tem sua formação atual composta por Nego Jó (Voz e percussão), Gleidson Rodrigues (Voz e Banjo), Jailson Pereira (Voz e Repique), Neto SDS (Pandeiro), JhonJhon e Diogo Batera (Percussão), Nill (Violão) e Raphael Jackson (Cavaco).

E se esse espírito traduz a alegria na hora de cair na folia, o pré-carnaval que os foliões da Bicicleta do Samba tem feito na cidade tem concentrado um grande número de simpatizantes aos sábados no Restaurante Sabor Especial, numa festa que reúne familiares e amigos comprometidos com a diversão e alegria, numa roda de samba que viaja por todas as épocas do samba brasileiro, onde composições de renomados sambistas são relembradas na memória dos apreciadores de uma boa música.

A brincadeira resgata antigas marchas carnavalescas que fizeram sucesso nas vozes de: Noel Rosa, Lamartine Babo, Alberto Ribeiro, Ary Barroso, João de Barro, Braguinha, Dalva de Oliveira, Emilinha Borba, Carmem Miranda, e tantas musas e compositores da época.

A música maranhense também pinta no repertório da rapaziada do grupo que se reúne só na temporada carnavalesca para viver com intensidade as festividades carnavalescas. Dentro do repertório maranhense, músicos como Cristóvão Alô Brasil, Antônio Vieira, Lopes Bogéa, Cesar Teixeira, Joãozinho Ribeiro, Josias Sobrinho, Sérgio Habibe, Zé Pivó, Chico da Ladeira, além dos tradicionais blocos alternativos maranhenses da nova geração como: Jegue Folia, Confraria do Copo, Vagabundos do Jegue, Máquina de Descascar`alho que encabeçam uma sequência sempre lembradas pelos músicos e pelos simpatizantes foliões.

A Bicicleta do Samba é assim, uma brincadeira comprometida com a elegância, harmonia e arte de rua, sempre em algum cenário maravilhoso da arquitetura ludovicense, num conjunto de lembranças que vão desde a amizade dos encontros pessoais que acontecem no lugar, a nostalgia que lugar proporciona a quem sempre viveu uma São Luís brilhante.

O Bloco da Bicicletinha concentra mais uma vez neste, sábado, dia 8 de fevereiro, a partir das 16h, no estacionamento do antigo Casino Maranhense, no Restaurante Sabor Especial), na Avenida Beira-Mar.

Carregando