Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Solidariedade lança Madeira em São Luís e mais de 50 pré-candidatos no Maranhão

Com o lançamento oficial dos pré-candidatos, o presidente estadual Simplício Araújo reforçou o crescimento do partido e a pré-candidatura de Carlos Madeira

Foto: Reprodução

Um grande número de pessoas participou do encontro estadual do Solidariedade-MA, nessa sexta-feira (7), em São Luís, quando o partido lançou oficialmente a pré-candidatura do juiz federal aposentado Carlos Madeira a prefeito de São Luís e de mais de 50 pré-candidaturas a prefeito no Maranhão.

Além do presidente estadual do Solidariedade, Simplício Araújo, secretário da Indústria, Comércio e Energia, estiveram presentes lideranças políticas de todo o estado e a comitiva nacional do partido, formada pelo presidente nacional Paulinho da Força, secretário geral Luiz Adriano e o membro da executiva, Marcelo Cavalcante.

Paulinho da Força falou com entusiasmo sobre o crescimento do Solidariedade no Maranhão e em todo o Brasil. “Fiz questão de vir aqui, porque sei da importância de disputar essa capital. Essa capital [São Luís] é uma das mais importante para o Solidariedade. A vinda do Carlos Madeira dará um crescimento importante para esse estado”, enfatizou Paulinho da Força.

Com o lançamento oficial dos pré-candidatos, o presidente estadual Simplício Araújo reforçou o crescimento do partido e a pré-candidatura de Carlos Madeira, o que, segundo ele, aumenta o nível do debate na disputa em São Luís.

“O partido Solidariedade no Maranhão tem buscado incentivar novas lideranças. É isso que o Maranhão está buscando, desde a eleição do governador Flávio Dino. Com Madeira, teremos, por exemplo, em São Luís, um grande nível no debate”, afirmou Simplício. Filho do bairro de Fátima, em São Luís, Carlos Madeira anunciou este ano a aposentadoria na magistratura para se dedicar à  vida política.

Com o lançamento da pré-candidatura, o ex-juiz federal deixou claro, ao parafrasear Martin Luther King em seu discurso, que tem as propostas de melhorias que São Luís precisa. “Chegou a hora de pessoas decentes virem para a política partidária. Quando os homens bons se esquivam da política, ela vira território de homens maus. É preciso conclamar a cidade e olhar, com um olhar de gestor”, disse Carlos Madeira.

Carregando