Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Governo vai discutir regras ambientais de operação da Base de Alcântara

Servidores da Agência Espacial Brasileira terão três meses para concluir os trabalhos

Comissão fará plano integrado da Base de Alcântara (Foto: Divulgação)

O governo de Jair Bolsonaro nomeou uma comissão de cinco servidores da Agência Espacial Brasileira para adotar medidas de modo a ajustar a Base de Alcântara às normas ambientais do Ibama.

Os servidores terão três meses para “viabilizar a execução conjunta das recomendações do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama para a regularização ambiental das atividades do Centro Espacial de Alcântara”.

O Acordo de Salvaguardas Tecnológicas entre o Brasil e os Estados Unidos para o uso da base de lançamento de Alcântara entrou em vigou no dia 20 de dezembro de 2012.

O texto mantém a proteção das tecnologias americanas usadas durante o lançamento de foguetes e suas cargas úteis, o que impede seu compartilhamento com os cientistas e instituições brasileiras envolvidas nas operações em Alcântara. Ainda assim, foi aprovado pelo Congresso Nacional. Mas permitirá a utilização comercial do Centro Espacial de Alcântara.

Carregando