Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Carnaval do Maranhão movimenta e traz lucro a comércio do Centro Histórico

Da venda de alimentos a produtos da época, o aquecimento deste ramo de negócios mostra êxito a quem aproveita a vasta programação.

Carnaval representa importante fonte de renda para trabalhadores do comércio informal (Foto: Divulgação)

Centro Histórico lotado, foliões animados e comércio movimentado gerando renda e trabalho. Esse é o relato dos vários comerciantes que estão trabalhando nos circuitos de folia do Carnaval do Maranhão. O evento, promovido pelo Governo do Estado, vem garantido o lucro a dezenas de vendedores do comércio formal e informal. Da venda de alimentos a produtos da época, o aquecimento deste ramo de negócios mostra êxito a quem aproveita a vasta programação para complementar sua renda.

“É uma época de folia, mas também de oportunidades. A venda tem sido muito boa e vai ser assim até o último dia. Aqui é uma oportunidade muito boa de trabalho e de ganhar um extra. Sempre que tem essas festas, eu aproveito para vender. Vendas ótimas, valendo muito a pena. Tudo de bom”, afirmou Geovani Oliveira Martins, que é caminhoneiro, mas neste carnaval aproveitou para vender lanches no Circuito Beira Mar.

Pela primeira vez experimentando o comércio durante o período carnavalesco, o vendedor ambulante Assis Santos estava satisfeito com o resultado. “Nunca tinha vindo. Mas, tinha muito incentivo para apostar nesses eventos e estou surpreendido. Estou ganhando uma renda bacana com a venda”, disse.

As oportunidades de vendas nos circuitos carnavalescos também garantiram lucro a cadastrados no programa Mais Renda. A iniciativa do Governo do Estado fornece equipamentos de alimentação e assessoria a vendedores e prestadores de serviços que exercem a atividade informalmente ou com pouca estrutura. Vários incluídos no programa marcaram presença nos pontos de folia.

Para quem trabalha em pontos comerciais do Centro Histórico, a alegria pelo lucro também é garantida. Funcionário de um estabelecimento na Madre Deus, que vende alimentos, bebidas e artigos diversos, Antônio Furtado Lopes, conta que “nesse período as vendas aumentam bastante e com o circuito carnavalesco, mais pessoas procuram os produtos e o ganho é certo”.

O comerciante Luís Felipe está aproveitando para vender em dois circuitos – Beira Mara e Rio Bacanga. “Esses dias de feriado carnavalesco, que o comércio para e tudo para, aqui nos circuitos é uma opção para a gente manter a renda e garantir o pagamento das contas. E onde o público vai encontrar o que precisa para consumir. Trabalhar nos circuitos é o ideal”, avaliou.

Pontos de folia

O Carnaval do Maranhão 2020 está com mais de 300 atrações locais e nacionais até esta terça-feira, 25 de fevereiro. A programação está distribuída nos Circuitos Beira Mar, Madre Deus, Ceprama, Rio Bacanga e a tradicional Passarela do Samba – montada no Anel Viário e que recebe os desfiles das escolas e blocos carnavalescos.

Carregando