Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Rodoviários e SET adotam medidas para que nenhum trabalhador do sistema seja durante a crise

As medidas são válidas por 30 dias, e, após esse período, será realizada uma nova reunião para avaliar os impactos

Isaias Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão (Foto: Divulgação)

Representantes do Sindicato dos Rodoviários e da patronal (SET), se reuniram nesta terça-feira (24), com o objetivo de discutir medidas mais efetivas, como forma de resguardar os direitos e garantir o emprego de todos os trabalhadores que atuam no transporte público da Grande São Luís.

Por conta da pandemia do novo coronavirus e a decretação do estado de calamidade pública no Brasil, os empregos dos trabalhadores na rede privada ficaram ameaçados. Desde então, as duas entidades vinham discutindo de que maneira enfrentar a crise que se instalou no país, sem que nenhum Rodoviário fosse demitido.

Ficou estabelecido, em caráter emergencial, que todos os Rodoviários que se enquadram no grupo de risco (idosos e portadores de doenças crônicas, como diabetes), entrarão de férias por 30 dias. O pagamento das férias, poderá ser feito em até três parcelas. Quanto aos trabalhadores que permanecerão em atividade, haverá uma redução da jornada de trabalho (escalas feitas pelos empregadores) e os salários serão calculados, tendo como base, as horas trabalhadas. No que se refere aos benefícios, como plano de saúde e ticket alimentação, esses continuarão sendo concedidos a categoria. Essas medidas são válidas por 30 dias. Após esse período, será realizada uma nova reunião para avaliar os impactos.

“É importante a gente deixar claro, que essas medidas precisaram ser adotadas. Sem este consenso entre as partes, os danos seriam muito mais graves, inclusive, acarretando em demissões em massa. O Sindicato dos Rodoviários segue atento, para que nesse momento ninguém seja dispensado de suas funções, o que poderá gerar enormes prejuízos aos trabalhadores. O mundo vive um crise sem precedentes. Neste momento, milhares de pessoas já perderam os empregos e nós estamos tomando providências, exatamente, para que os Rodoviários no Maranhão, tenham seus direitos garantidos”, ressaltou Isaias Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Carregando