Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Ônibus clandestino fura barreira sanitária de prevenção contra a Covid-19

O veículo rompeu barreira da Polícia Militar na divisa do estado do Tocantins com o município de Estreito

O ônibus rompeu a barreira na divisa do estado do Tocantins com o município de Estreito/MA (Foto: Divulgação)  

Na manhã desta quinta-feira (2), um ônibus de passageiros, vindo de São Paulo para o interior do Maranhão, rompeu barreira da Polícia Militar, na divisa do estado do Tocantins com o município de Estreito.

O veículo, que não tinha autorização para este tipo de transporte, foi interceptado mais adiante pela equipe de Fiscalização da  Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em Imperatriz.

O ônibus e os passageiros foram conduzidos ao terminal rodoviário e a ANTT acionou a Vigilância Sanitária estadual e a vigilância de Saúde do Município. Os órgãos realizaram os procedimentos de combate à disseminação do Covid-19.

Ao desembarcar, todos os passageiros tiveram sua temperatura aferida pelos profissionais de saúde, que os cadastraram para fins de monitoramento. Um passageiro, que apresentava febre, foi levado em ambulância à UPA, para isolamento.

Após os procedimentos dos órgãos sanitários, os fiscais da ANTT constataram que o veículo apreendido apresentava ausência e defeitos nos equipamentos obrigatórios, que comprometem a segurança da viagem.

No bagageiro do ônibus, foram encontradas duas motocicletas desmontadas, com combustível, um flagrante risco à vida dos passageiros.

A Agência orienta a população a não correr riscos e não utilizar transporte clandestino.

Carregando