Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Maranhão solicita envio da Força Nacional para evitar novos conflitos em territórios indígenas

Essa é a segunda ocorrência de violência registrada na TI Arariboia nesta semana

(Foto: Reprodução)

Após o atentado contra a vida do índio Antônio Filho Providência Guajajara na manhã deste sábado (4), o secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Francisco Gonçalves, decidiu encaminhar ofício ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, solicitando o envio de tropas da Força Nacional de Segurança Pública para conter a escala de conflitos internos na Terra Indígena (TI) Arariboia.

Essa é a segunda ocorrência de violência registrada na TI Arariboia nesta semana. Na última terça-feira (31), o líder indígena Zezico Rodrigues Guajajara foi encontrado morto próximo à Aldeia Zutiá, no município de Arame.

Em nota, a Sedihpop informa que Antônio Filho Guajajara “provavelmente foi vítima de tiro disparado por arma de fogo à altura de sua cabeça”, mas que o indígena já “passou por procedimentos médicos, exames e segue em observação” no Hospital Socorrão de Imperatriz, para onde foi encaminhado.

Como a legislação brasileira preconiza que as áreas indígenas são porções do território nacional, no ofício enviado ao ministro Sérgio Moro, o secretário Francisco Gonçalves solicita a presença da Força Nacional para evitar novos conflitos e mortes na área federal.

Francisco Gonçalves também reivindica que “seja determinada à Polícia Federal a apuração rigorosa destes e outros casos e as suas vinculações com o crime organizado na região”.

“Cresce o número de conflitos internos na TI Arariboia, com atos de violência e morte. Sendo áreas indígenas território federal, cabe a Polícia Federal agir com presteza e determinação e ao ministro Sérgio Moro enviar pra essa área a Força Nacional, para evitar novos conflitos”, disse Francisco Gonçalves em uma rede social.

A Sedihpop informou ainda que segue acompanhando de perto o caso, por meio do seu Núcleo de Assessoria Indígena (Nassin).

Carregando