Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Vendas de supermercados sobem 16% em fevereiro, diz Abras

No acumulado de janeiro a fevereiro, a alta real foi de 10,35%, segundo associação brasileira do setor

Os números incluem a venda de redes que também operam lojas de hipermercados e atacarejo (Foto: Getty Images)

As vendas reais dos supermercados subiram 15,9% em fevereiro sobre mesmo mês de 2019, informou nesta tarde a Abras, associação brasileira do setor supermercadista. Os números incluem a venda de redes que também operam lojas de hipermercados e atacarejo. A taxa foi deflacionada pelo IPCA/IBGE. Em relação a janeiro, a alta foi de 4,61%.

O forte aumento de fevereiro refletiu o fato de o setor ter um dia a mais de vendas no mês e também a composição de cinco sábados, historicamente o dia com pico de vendas na semana.

Ainda há o efeito do Carnaval, que apesar de ser um feriado, eleva a demanda de certos produtos. Em 2019, o Carnaval foi no início de março.

“O autosserviço iniciou 2020 com um dos maiores resultados dos últimos 9 anos, 5,11%, e em fevereiro continuou bem positivo, registrando 4,61% de crescimento [sobre janeiro]. Desde 2012 que não registrávamos um número tão bom para o mês. Por ser ano bissexto, fevereiro teve um dia a mais, e contou com a composição de cinco sábados. O resultado também foi influenciado pelo Carnaval, que em 2019 foi no início de março”, disse em nota o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), João Sanzovo Neto.

Sobre o efeito do isolamento social nas vendas, a entidade disse que o setor recebeu um número de clientes acima da média de 14 a 21 de março.

“A maioria com o objetivo de estocar comidas para ficar mais tempo em casa. Isso deverá refletir nos resultados do mês, que serão divulgados no Índice Nacional de Vendas de abril. O movimento dos supermercados tem se normalizado, estamos trabalhando para manter as mais de 90 mil lojas funcionando e bem abastecidas. A cadeia produtiva é bastante extensa, desde o produtor até às gôndolas tem muita gente envolvida, e todos estão trabalhando normalmente. A logística segue em pleno funcionamento. Tirando alguns produtos específicos no combate da covid-19, como o álcool gel, o restante tem chegado diariamente nas lojas do setor”, informou Sanzovo na nota.

Carregando