Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Corpo de Bombeiros prossegue com Operação Mearim em municípios atingidos pelas chuvas

Trizidela do Vale e Pedreiras são as que apresentam maior número de desalojados

Operação Mearim segue auxiliando famílias atingidas pelas chuvas no Maranhão. (Foto: Divulgação)

A retirada de pessoas das áreas de risco, auxílio na garantia de alimento, água e acolhida, além de várias ações sociais contemplam as atividades da Operação Mearim. O trabalho é realizado pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA), órgão do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA). De 31 de março até esta quarta-feira (8), foram entregues galões de água, cestas básicas, colchões e travesseiros, somando mais de 2.140 itens concedidos nas cidades contempladas pela operação.

A Operação Mearim tem como foco apoio às milhares de pessoas que foram afetadas pelas fortes chuvas em cidades do Maranhão. Trizidela do Vale e Pedreiras são as que apresentam maior número de desalojados. A ação parceira do Governo do Estado com as prefeituras têm contribuído para amenizar os estragos e acolher as famílias. A ajuda alcança até áreas mais distantes, onde as equipes chegam usando botes infláveis.

“Nossas equipes promovem a remoção das pessoas das áreas alagadas, coordenam ações assistenciais como entrega de cestas básicas e itens diversos às famílias necessitadas. Estamos trabalhando em conjunto e reunindo todos os esforços para auxiliar as famílias neste momento difícil”, enfatizou o comandante geral do CBMMA, coronel Célio Roberto de Araújo. Boletim atualizado da corporação registra 1.595 famílias atingidas pelas chuvas nestas regiões.

A Defesa Civil estadual tem reunido com as Defesas Civis de Trizidela do Vale e Pedreiras para auxiliar estes municípios na inserção dos documentos necessários para o reconhecimento nacional. As informações são repassadas à Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), para cadastro.

Em apoio a ONGs de suporte aos animais, a Defesa Civil estadual garante, ainda, rações para animais que permanecem isolados nos telhados, devido ao volume ainda muito elevado das águas. Além do CBMMA e CEPDECMA, a operação conta com efetivo da 13ª Companhia Independente de Bombeiros Militar (13ª CIBM), com sede na região e mais de 70 bombeiros de outras cidades mobilizados para reforçar o trabalho.

Carregando