Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Governo do Maranhão define novas estratégias para combate do coronavírus na região Tocantina

Entre as novas ações, ficou definida a aceleração das obras de ampliação do Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz

Governador em videoconferência na manhã desta sexta com gestores da SES (Foto: Divulgação)

Em videoconferência na manhã desta sexta-feira (17), o governador Flávio Dino e gestores da Secretaria de Saúde (SES) definiram novas estratégias para o combate da pandemia de coronavírus (Covid-19) na região Tocantina.

Além de estabelecer novas ações para uma eventual expansão de casos na região, como a instalação de espaços móveis para receber casos suspeitos da doença e ampliação de leitos, os gestores discutiram a melhora do fluxo da porta de entrada dos pacientes na rede estadual de saúde.

“Imperatriz é a principal provedora de serviços de saúde para a região Tocantina, e, às vezes, até para estados vizinhos. Temos que observar os indicadores para estarmos precavidos”, disse o governador Flávio Dino.

Até a manhã desta sexta-feira, dos 34 leitos para tratamento de Covid-19 já instalados no Hospital Macrorregional de Imperatriz, entre UTIs e leitos de enfermaria, apenas quatro estavam ocupados.

Ainda entre as novas ações, ficou definida que as obras de ampliação do Hospital Regional Materno Infantil serão aceleradas, com trabalho 24 horas por dia. Participaram da reunião o secretário de Saúde, Carlos Lula; o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto; a gestora regional de Saúde da região Tocantina, Antonia Iracilda Viana; o médico e assessor especial da SES, Rodrigo Lopes; o diretor clínico do Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto, Wesley Garcia; a diretora-geral do Hospital Regional Materno Infantil, Tassiana Brandão; e a diretora-geral da UPA Bernardo Sayão, Keilane Carvalho.

Carregando