Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Determinada a contratação imediata de técnicos de enfermagem e fisioterapeutas em São Luís

Ação, segundo a prefeitura, é um reforço na área da saúde e soma-se a outras que o município vem implantando desde o início da pandemia

Foto: Reprodução

A Prefeitura de São Luis determinou a contratação imediata de novos profissionais para reforçar o atendimento em saúde aos pacientes diagnosticados com Covid-19. Serão contratados profissionais das áreas de fisioterapia e técnicos de enfermagem que atuarão, inicialmente, no Hospital da Mulher.  A contratação emergencial se dará por meio de análise de currículo. A medida trata-se de um reforço na atenção aos pacientes que contam com uma equipe preparada para garantir toda assistência necessária durante o período de internação e tratamento da doença.

Os interessados em uma das vagas disponíveis devem encaminhar currículo com a descrição da sua formação e experiência profissional para o e-mail servicodegestaorh_sars@hotmail.com. No caso dos profissionais de fisioterapia exige-se que eles tenham experiência em ventilação mecânica. Os contratos são por tempo determinado, enquanto durar a crise sanitária.

A inserção temporária destes novos profissionais permitirá, segundo a prefeitura, que as unidades de saúde do município tenham um preparo ainda maior para atender a população.

Os profissionais contratados atuarão, inicialmente, no Hospital da Mulher, que é a unidade de referência da rede municipal de saúde para o atendimento aos pacientes em tratamento contra a Covid-19. No entanto, havendo necessidade, parte deles pode ser distribuída também entre as unidades mistas, onde estão sendo implantados novos leitos de retaguarda, ampliando a capacidade de atendimento do sistema de saúde municipal.

OUTRAS AÇÕES

Além das ações voltadas para o fortalecimento da rede de saúde municipal, a Prefeitura afirma que tem trabalhado para minimizar o impacto da pandemia em outras esferas, como a social e econômica como a concessão de benefícios às famílias em situação de vulnerabilidade e extrema pobreza que receberão auxílio-renda e isenção do pagamento da taxa de iluminação pública.

O auxílio-renda no valor de R$ 40,00 será pago por dois meses, complementando a receita das mais de 12 mil famílias em situação de extrema pobreza, que são aquelas cuja renda mensal é de até R$ 89,00 por pessoa. Terão direito ao benefício as famílias que estejam cadastradas no programa Bolsa Família, tenham crianças de 0 a 3 anos na composição familiar ou que sejam chefiadas por mulheres. O benefício poderá ser estendido, se a pandemia de Covid-19 perdurar.

No período de 1º de abril a 30 de junho de 2020 ficam isentos do pagamento da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (a taxa de iluminação pública) as unidades consumidoras que tenham atingido consumo igual ou inferior a 220 KWh/mês e que estejam cadastradas no programa de Tarifa Social de Energia Elétrica.

O  pacote de medidas na área social inclui ainda a distribuição de alimentos a outras 58 mil famílias de baixa renda, mas que não fazem parte do grupo de extrema pobreza. Por meio do programa Peixe Solidário estão sendo entregues 140 toneladas de pescado. Também estão sendo entregues cestas alimentares por meio do programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e alunos da rede municipal de ensino começaram a receber os kits de alimentos.

As medidas de assistência social contemplam ainda a população de rua com a ampliação das vagas de acolhimento, por meio da criação de abrigos temporários onde estas pessoas recebem alimentação, materiais de higiene pessoal e têm acesso ao teste rápido para Covid-19.

Em novo decreto o prefeito também determinou que os serviços não considerados essenciais, só voltem a funcionar depois do dia 05 de maio. Até este período pode se adotar o teletrabalho e o funcionamento apenas dos serviços considerados essenciais respeitando todas os cuidados para evitar a proliferação da doença. No mesmo decreto o prefeito também mantém às férias escolares por mais 15 dias.

Carregando