Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sergio Moro entrega o cargo e não é mais o ministro da Justiça e Segurança Pública

O estopim para a saída de Moro foi a demissão de Mauricio Valeixo do comando da Polícia Federal

Sergio Moro entregou o cargo na manhã desta sexta-feira (Foto: Divulgação)

Em pronunciamento realizado na manhã desta sexta-feira, em Brasília, o ex-juiz Sergio Moro anunciou sua saída do ministério da Justiça e Segurança Pública.

O estopim para a saída de Moro foi a demissão de Mauricio Valeixo do comando da Polícia Federal, e a clara interferência política em investigações federais.

O agora ex-ministro disse que, desde o segundo semestre do ano passado, o presidente passou a insistir na troca do diretor-geral da PF. “Não tenho nenhum problema, mas eu preciso de uma causa relacionada a uma insuficiência de desempenho, erro grave […] No geral, é um trabalho bem feito. Várias dessas operações importantes, de combate ao crime organizado e a corrupção, […] o trabalho vinha sendo feito”.

Valeixo foi indicado por Moro para a direção-geral da PF ainda em novembro de 2018, durante a transição presidencial. Ele era superintendente da Polícia Federal no Paraná, onde, assim como Moro, atuou na Operação Lava Jato.

Carregando