Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Dr. Gutemberg sugere inversão da lógica no atendimento de pacientes com Covid-19

O vereador destaca que, apesar de todos os esforços que o Governo do Estado, o sistema de saúde pode entrar em colapso se casos seguirem aumentando

O médico e vereador Dr. Gutemberg (Foto: Divulgação)

O médico e vereador Dr. Gutemberg alerta para que embora o poder público esteja criando leitos, sobretudo de UTIs, é importante atacar a doença ainda no estágio inicial. Para isso, ele sugere a criação de leitos específicos em hospitais tradicionais ou de campanha, que serão destinados exclusivamente para os pacientes que estejam com os sintomas iniciais da doença.

Dr. Gutemberg explica que a situação atual se equipara a um funil, caracterizado pelo grande número de pacientes com a Covid-19 que, após o agravamento da doença, não conseguem leitos em UTIs.

“Hoje o que se vê nas UPAs, postos de atendimento e hospitais é um número cada vez maior de pacientes que buscam atendimento, mas são liberados e não recebem o devido acompanhamento. Poucos compram remédios ou tomam os cuidados necessários. E quando esses pacientes retornam, já precisam de internação em UTI. Por isso, precisamos atacar o nascedouro do problema”, afirma.

O vereador destaca que, apesar de todos os esforços que o Governo do Estado tem feito para ampliar o número de leitos, se o número de casos da doença continuar aumentando o sistema de saúde pode entrar em colapso. O mesmo pode acontecer com o setor funerário se a situação sair de controle.

“Hoje todos os esforços são para criar leitos clínicos para doentes de média gravidade e leitos de UTI para doentes em estágio gravíssimo. Mas, precisamos investir em leitos e atendimento para os doentes na fase inicial. Dessa forma, aumenta-se a probabilidade de cura e diminui a sobrecarga dos leitos de UTI”, aconselha Dr. Gutemberg.

Carregando