Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Governo inicia cadastramento online para regularização fundiária no bairro Sacavém

A iniciativa beneficiará cerca de 3 mil famílias da região

Trabalho de regularização fundiária desenvolvido pela Secid continuará sendo realizado mesmo durante a pandemia (Foto: Divulgação)

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), iniciará nesta segunda-feira (27) o projeto de cadastramento online para fins de regularização fundiária no bairro Sacavém, em São Luís. A iniciativa será realizada em parceria com a União de Moradores da localidade e a Igreja Nossa Senhora da Penha, beneficiando cerca de 3 mil famílias da região.

O secretário Rubens Pereira Junior destaca que em tempos de pandemia, o governo não medirá esforços para continuar levando direitos e melhorias para a qualidade de vida de cada cidadão, preservando, sobretudo, a vida e a saúde de cada um.

“Mesmo num cenário de confinamento, a Secid está implementando uma série de ações que garantem a continuidade dos trabalhos que envolvem a secretaria, um exemplo disso é a instalação de pontos de higienização em diversos locais da cidade; a reunião remota do Conselho Estadual das Cidades, e agora a implantação do projeto de cadastro online de regularização fundiária que iniciará na segunda-feira, no bairro do Sacavém”, evidenciou o secretário.

De acordo com o diretor da Unidade Gestora de Articulação Institucional, Luís Carlos Reis, este é um projeto pioneiro que foi idealizado e discutido em diversas reuniões remotas com as lideranças do bairro. “O atendimento será por rua e com horários definidos, sempre com prudência, respeitando a distância e as normas de higiene. Por meio do carro de som e grupos de WhatsApp estamos mobilizando a comunidade e explicando como serão os trabalhos”, relatou.

Carlito Reis ressaltou ainda que, por ser um bairro antigo, a maioria das pessoas da comunidade são idosas, e não tem habilidade de manusear o aparelho celular. Para melhor tratar este segmento, a Secid praticará um atendimento específico e prioritário.

Carregando