Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Maranhão tem 520 novos casos registrados e 1.534 pessoas recuperadas da Covid-19

São 4.045 casos ativos em todo o estado. 631 profissionais de saúde já se infectaram. Destes, 568 já estão recuperados e 12 profissionais já faleceram

Foto: Reprodução

O Maranhão registrou nesta quinta-feira (7) 520 novos casos da Covid-19. Com isso, o estado já soma 5.909 casos confirmados. 330 pessoas já perderam a vida. 1.534 pessoas estão recuperadas. São 4.045 casos ativos em todo o estado. 631 profissionais de saúde já se infectaram. Destes, 568 já estão recuperados e 12 profissionais já faleceram.

São 7.673 casos suspeitos e 6.539 casos descartados.

Internações

3.201 pessoas cumprem isolamento domiciliar. 580 pacientes estão em enfermarias, sendo 134 na rede particular e 446 na rede pública de saúde. 264 pacientes estão internados em UTIs, sendo 61 na rede particular e 203 na rede pública de saúde.

92,35% dos leitos do SUS de UTI na capital estão ocupados. No total já foram disponibilizados 183 leitos. 78,94% dos leitos do SUS de enfermaria estão ocupados na capital.

No interior, 41,98% dos leitos de UTI do SUS estão ocupados. Os leitos de enfermaria do SUS no interior estão com 35,71% de ocupação.

Óbitos

Segundo a Secretaria de Saúde, 25 óbitos foram registrados no boletim desta quinta-feira (7). Dois óbitos foram registrados em Pinheiro: homem, 77 anos, diabético e homem, 83 anos, hipertenso.

Um óbito foi registrado em Paço do Lumiar: mulher, 75 anos, diabética e hipertensa. Um óbito em Imperatriz: homem, 70 anos, hipertenso. Em Anajatuba também houve um falecimento: homem, 69 anos sem comorbidades. Duas pessoas perderam a vida em São José de Ribamar: mulher, 91 anos, hipertensa, cardiopata e com doença renal crônica e homem, 66 anos, hipertenso, com problemas cardíacos e neurológicos.

18 pessoas perderam a vida em São Luís: mulher, 69 anos, com problemas oncológicos; homem, 52 anos, hipertenso; homem, 52 anos, hipertenso; mulher, 53 anos, hipertensa; homem, 82 anos, hipertenso e diabético; mulher, 68 anos, diabética e hipertensa; homem, 75 anos, diabético; mulher, 79 anos, hipertensa e com problemas neurológicos; mulher, 66 anos, hipertensa; homem, 73 anos, sem comorbidades; homem, 82 anos, sem comorbidades; homem, 62 anos, sem comorbidades; mulher, 80 anos, hipertensa e com problemas metabólicos; homem, 87 anos, com problemas neurológicos; mulher, 65 anos, diabética e hipertensa; homem, 69 anos, sem comorbidades; mulher, 72 anos, hipertensa e diabética; homem, 57 anos, hipertenso, tabagista e diabético; homem, 82 anos, hipertenso, diabético e com problemas neurológicos.

Dos 330 óbitos, 220 são do sexo masculino (67%) e 100 (33%) são do sexo feminino.

Em 82% dos casos há registro de comorbidades. Em 18% não há sinais de comorbidades.

 

 

 

 

Carregando