Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Comércios na área Itaqui-Bacanga são fiscalizados para garantir cumprimento de medidas do lockdown

Objetivo é fazer com que apenas comércios considerados essenciais estejam abertos, além de orientar sobre regras para circulação de pessoas e veículos

Comércios na área Itaqui-Bacanga são fiscalizados (Foto: Divulgação)

Equipes da Blitz Urbana realizam fiscalização no comércio formal e informal na área Itaqui-Bacanga, com objetivo de diminuir o fluxo de pessoas nas ruas, no trânsito e acirrar as ações de controle e fechamento das atividades comerciais de caráter não essenciais. Ação segue o plano de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), conforme recomendações dos órgãos de saúde e dos decretos que regulamentam o lockdown.

Desde o início da manhã, equipes da Blitz Urbana, órgão da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), se concentraram na Praça da Ressurreição, do bairro Anjo da Guarda, para percorrer a região, que integra dezenas de bairros como Vila Embratel, Vila Bacanga, Vila Mauro Fecury I e II, Sá Viana, entre outros, e também ao longo da Avenida dos Portugueses, que serve de acesso ao Centro da capital. Moram mobilizadas 12 viaturas e 48 agentes da Blitz Urbana nesta ação.

A operação contou com a participação da Guarda Municipal, que é ligada à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc).

As ações de fiscalização foram intensificadas no último dia 5, com o acirramento das medidas de isolamento social (lockdown). A operação mobilizou uma força-tarefa envolvendo equipes da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), que vistoriou feiras e mercados de bairros da cidade; Além disso, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) montou barreiras em pontos estratégicos para coibir a circulação de motoristas que tenham saído de casa por um motivo não essencial.

Carregando