Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Covid-19: Em Ribamar, Rede Acolhe desafoga hospital e unidades de saúde

O foco é no atendimento às pessoas com sintomas da Covid-19, mas, contemplando outras gripes, a exemplo da H1N1

(Foto: Divulgação)

Ideia concebida originariamente em São José de Ribamar, o Acolhe (Unidade de Referência de Combate às Síndromes Gripais) está funcionando com toda sua capacidade nas quatro unidades instaladas no município.

Com foco no atendimento às pessoas com sintomas da Covid-19, mas, contemplando outras gripes, a exemplo da H1N1, que também tem vitimado milhares de pessoas, os centros foram implantados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do Miritiua, Recanto Verde, Quinta e no Centro de Reabilitação Maria Amélia Bastos (na Sede). Para casos moderados do Coronavírus, o Acolhe encaminha para o Hospital Municipal.

Além de desafogar o hospital municipal e a rede estadual, as unidades oferecem atendimento multiprofissional à pessoas com os sintomas leves, tanto da Covid-19 como das outras síndromes gripais, que apresentem febre, tosse, dor de garganta e perda do paladar e/ou olfato.

Pacientes com febre e falta de ar devem procurar o Hospital Municipal de São José de Ribamar, que teve sua sala de medicação ampliada, com 12 leitos específicos para isolamento de pacientes infectados em estado moderado, além de contar com profissionais treinados para lidar com o Novo Coronavírus.

“Comecei a sentir os sintomas e corri para o posto do Miritiua, que foi transformado para atender quem tá com esses sintomas. Fui medicada, testada e vim para o isolamento na minha casa. Já estou bem melhor e com fé em Deus vou sair dessa com a ajuda dele e dos profissionais que me atenderam e continuam me atendendo”, revelou Dona Cristiana, testada positivo para Covid-19 com sintomas leves.

A atenção primária de São José de Ribamar ganhou mais reforço no enfrentamento ao Coronavírus, de acordo com o que informou o Secretário de Saúde, Tiago Fernandes. “Essas unidades estão sendo composta por um médico, profissional de enfermagem, psicólogo, fisioterapeuta e administrativo, além de estarem equipadas com balas de oxigênio para atender paciente que apresente situação moderada ou grave, até que o Samu o conduza para o hospital ou uma unidade de urgência e emergência da rede estadual, no caso de sintomas graves da Covid-19.

Carregando