Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Orientações para quem vai começar a treinar em casa

Não simpatizar com o ambiente das academias e a falta de tempo ou dinheiro não são desculpas para ficar parado

(Foto: Ilustração)

Não simpatizar com o ambiente das academias e a falta de tempo ou dinheiro não são desculpas para ficar parado. Saber como treinar em casa pode ser um grande trunfo para quem deseja manter o corpo saudável e uma rotina de exercícios simples.

Exercitar-se no próprio lar pode até proporcionar vantagens exclusivas, como escolher o horário ideal, garantir mais higiene e conforto e, claro, redução de gastos. Mas a modalidade também exige disciplina e motivação. Afinal, não adianta começar motivada e ir perdendo a energia conforme os dias passam.

Agora, se você encontrou motivos suficientes para começar a treinar por conta própria, e tem certeza que não irá desistir no meio do caminho, veja as dicas de como manter-se motivado e garantir atividades eficientes e seguros.

Chegou a hora de aprender a como treinar em casa

1. Procure orientações

Segundo o educador físico Joaquim Ferrari, a orientação inicial de um profissional é essencial, já que sem experiência e monitoramento, as chances de treinar errado e provocar lesões são maiores. “A partir do momento em que os exercícios estiverem dominados eles serão seguros. Um aspecto que deve ser observado é o surgimento de quaisquer dores articulares, que são um sinal de que algo pode não estar indo bem e podem denunciar um início de processo inflamatório”, explica.

2. Crie o ambiente ideal

Poder deixar o espaço para praticar as atividades com a sua cara é uma das maiores vantagens e princípios de como treinar em casa. Se possível, reserve um cômodo apenas para isso. Além dos aparelhos, espelhos e um som potente são objetos que podem dar mais energia aos treinos.

3. Invista em equipamentos

Quem decide malhar em casa para valer deve considerar investir em aparelhos como uma boa esteira e/ou bicicleta. Os aparelhos de musculação, embora mais caros, também são bons investimentos e muitos garantem mais de um exercício em um único modelo. Pesos, caneleiras, colchonetes e outros adereços também podem aprimorar o treino.

4. Crie uma rotina

A disciplina é essencial para quem decide malhar em casa. Defina os horários, dias e tempo de duração dos treinos e não deixe a preguiça atrapalhar o processo.

5. Reconheça seus limites

Para o educador físico, um dos maiores cuidados que as pessoas que se exercitam sem orientação devem ter é saber respeitar os limites do corpo. “Quanto mais motivado for o praticante, mais difícil é de reconhecer a necessidade de parar. Isso aumenta o risco de agravamento de lesões”, afirma. Por isso é importante o acompanhamento profissional e médico antes de seguir em qualquer atividade.

6. De olho na alimentação

Outra vantagem de aprender a como malhar em casa é a praticidade e proximidade da geladeira! Prepare lanches pós-treino e coma assim que terminar as atividades.

7. Treine de forma mais confortável

Se a sua casa virou a sua academia particular, não há motivos para não treinar da melhor forma possível. Treine descalço, sem camisa ou da forma mais agradável.

8. Encontre um parceiro

Treinar sozinho em casa muitas vezes pode ser desmotivador e solitário. Se for o caso, encontre um amigo ou alguém que more com você para deixar o treino mais divertido.

9. Aumente o som

Em casa você não precisa ouvir a playlist estipulada pela academia ou só usar fones de ouvido. Faça a seleção de músicas ideais para o seu treino. Não há nada mais estimulante, ou relaxante, do que música!

10. Mantenha-se motivada

Seja com música, assistindo TV ou com um parceiro de treino. Para vencer a preguiça e manter a rotina de treinos a motivação é essencial. Lembre-se do porquê começou a malhar em casa e dos resultados que deseja obter.

Carregando