Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Governo do Maranhão afirma que leitos para coronavírus já chegam a quase 1.500

O Governo do Estado diz, em release enviados aos veículos de imprensa, que em Imperatriz o Hospital Macrorregional reservou dezenas de leitos para coronavírus

Hospital de campanha de São Luís. (Foto: Divulgação)

Desde o início da pandemia do coronavírus, a rede estadual pública de saúde do Maranhão multiplicou por seis o número de leitos exclusivos para a doença. Em março, eram 232. Agora, são 1.445, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O esforço, afirma o Governo do Estado, se dá pelo número crescente de casos no estado.

O Governo afirma que as medidas de isolamento conseguiram reduzir a velocidade de contágio na Ilha de São Luís, mas o cenário está longe de ser considerado normal. Além disso, segundo a SES, outras regiões e cidades estão com grande número de casos confirmados, como acontece em Imperatriz.

Por isso, a SES afirma que expansão tem sido feita em todas as regiões, a fim de evitar o colapso do atendimento. Um dos esforços recentes apontados pelo governo estadual foi a abertura dos hospitais de campanha de Açailândia e São Luís, com 60 e 200 leitos, respectivamente.

Hospital de campanha de Açailândia. (Foto: Divulgação)

Mais obras

O Governo do Estado diz, em release enviados aos veículos de imprensa, que em Imperatriz o Hospital Macrorregional reservou dezenas de leitos para coronavírus. Também foi aberto um ambulatório especializado, e as UPAs foram reforçadas. Agora, estão sendo feitas obras no Materno-Infantil para abrir mais leitos.

Em Chapadinha, o governo afirma que foram montados 32 leitos exclusivos para o tratamento de Covid-19 e que está concluindo os novos hospitais de Lago da Pedra e o de Santa Luzia do Paruá. O Hospital de Pinheiro está recebendo mais 78 leitos.

Carregando