Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Isolamento social provoca queda nas doações ao banco de leite do Hospital Materno Infantil

No mês de março, foram coletados 381 litros de leite humano; no mês passado, esse número caiu para 103 litros

Banco de leite do Materno Infantil sofreu queda considerada em suas doações, deixando seu estoque bastante reduzido (Foto: Divulgação)

Nessa terça-feira (19), foi celebrado o Dia Nacional de Doação do Leite Humano, data instituída pelo Ministério da Saúde, desde o ano de 2003. Em São Luís, uma das unidades de saúde que mantém banco de leite é o Hospital Universitário Materno Infantil, responsável por alimentar os bebês internados em sua UTI neonatal. Porém, devido ao isolamento social, imposto pela pandemia do novo coronavírus, as doações ao banco de leite do Materno seguem em queda, causando uma grande redução em seu estoque.

De acordo com o fonoaudiólogo Christyann Lima Campos Batista, que é membro do colegiado gestor do banco de leite do Materno Infantil – que está localizado no centro de São Luís –, por mês, a unidade recebe a média de 150 litros. “É bom frisar que essa quantidade varia de mês a mês. Apesar dessa média, já chegamos a 1.500 litros na soma dos últimos quatro meses”, destacou Christyann.

Christyann continuou dizendo que, assim como nos meses de férias escolares, no começo da pandemia houve decréscimo significativo de estoque, o que levou a uma redução na distribuição.

Christyann contou que, em março de 2020, o banco de leite registrou coleta de 381 litros. No mês passado, com o isolamento no auge, foi registrada uma coleta de apenas 103 litros. Entretanto, com campanhas informativas sobre o novo coronavírus, e as formas de evitar a contaminação, o Materno Infantil conseguiu estabelecer um estoque razoável. “Muitas mães ainda tinham receio de receber a equipe. Ainda não temos os dados consolidados de maio, mas já observamos que após a conscientização, tivemos um aumento até satisfatório das doações”, disse o fonoaudiólogo.

Devido a esse aumento, Christyann garantiu que o hospital voltou a distribuir quantidade de leite suficiente para atender à demanda, que está sendo solicitada pela Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) neonatal do Materno Infantil.

A UTI neonatal tem 48 leitos, todos ocupados por crianças prematuras. “Destes bebês, cerca de 25 a 30 necessitam de leite materno”, informou Christyann.

DOAÇÃO DOMICILIAR

Christyann informou ainda que neste período de isolamento social, o banco de leite busca reforçar as estratégias de biossegurança. Segundo ele, os cuidados na coleta em domicílio foram redobrados. Atualmente, a doadora faz a sua coleta em casa, e a equipe do hospital somente busca o volume coletado, respeitando o isolamento, e as medidas de prevenção contra a Covid-19.

Para doar é preciso que a doadora entre em contato pelo telefone 2109 1178. É feito um cadastro e solicitadas informações sobre o pré-natal e as condições de saúde. É, então, agendado um dia para entrega do material. As orientações são passadas via telefone ou WhatsApp.

Carregando