Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mulher suspeita pela morte do marido no Residencial João Alberto se apresenta na SHPP

Acompanhada de seu advogado, a mulher teria confessado a autoria dos golpes que vitimaram Reinaldo Gomes

Reinaldo e Joana em publicação nas redes sociais (Foto: Reprodução)

A jovem Joana Evangelista Mendes Reis Gomes, de 23 anos, suspeita pela morte do marido,Reinaldo Caldas Gomes, no último sábado (16), no Residencial João Alberto, em São Luís, se apresentou ontem (19), na sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

Acompanhada de seu advogado, a mulher teria confessado a autoria dos golpes que vitimaram Reinaldo Gomes, segundo informações da Polícia Civil. De acordo com o delegado Felipe César, responsável pelas investigações, em depoimento, Joana teria dito que ocorreu uma discussão por ciúmes, entre o casal; e que, durante a briga, ela acabou desferindo as facadas em seu marido.

Na ocasião, ainda conforme Felipe César, ao perceber que o marido havia morrido, pegou o filho e foi para casa de parentes; e, posteriormente, de amigos. “Vamos continuar as investigações para confirmar as versões que ela está dando, de que efetivamente já estaria sendo agredida pelo seu marido”, explicou Felipe.

Ainda segundo o delegado, por não ter tido flagrante e ela ter se apresentado espontaneamente, a princípio, Joana irá responder o crime em liberdade.

Carregando