Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Maranhão registra 944 novos casos com 3.324 pessoas recuperadas da Covid-19

837 profissionais de saúde já foram infectados. Destes, 725 estão recuperados e 15 perderam a vida

O Maranhão registrou, no boletim divulgado nesta quarta-feira (20), 944 novos casos da Covid-19, elevando para 16.058 o número total de casos em todo o estado. Atualmente são 12.071 casos ativos com 663 óbitos. 13.480 casos já foram descartados e 4.014 casos são suspeitos. Ao todo já foram realizados 29.489 testes.

837 profissionais de saúde já foram infectados. Destes, 725 estão recuperados e 15 perderam a vida.

202 municípios do estado já apresentam casos confirmados.

São Luís possui 6.639 casos; São José de Ribamar, 582; Paço do Lumiar, 292; Raposa, 42; Imperatriz, 1.102; Chapadinha, 443 casos; Santa Inês, 293 casos confirmados; Urbano Santos, 230 casos confirmados e Pinheiro, 229 casos são alguns dos municípios com maior número.

Internações

10.594 pacientes estão em isolamento domiciliar. 1056 pessoas estão em enfermarias, sendo 223 na rede particular de saúde e 833 na rede pública. 421 pacientes estão em UTIs, sendo 107 na rede particular e 314 na rede pública de saúde.

93,78% dos leitos de UTI do SUS em São Luís já estão ocupados. Restam apenas 14 leitos livres. Já em relação aos leitos de enfermaria do SUS na capital, a taxa de de ocupação é de 78,32%. Há 163 leitos livres.

Em Imperatriz, 100% dos leitos de UTI do SUS estão ocupados. Não há mais como acomodar pacientes e a Secretaria de Saúde deve anunciar, nas próximas horas, como irá proceder para aumentar a capacidade na cidade. 92,42% dos leitos do SUS de enfermarias na cidade já estão ocupados.

Nas demais regiões do estado, 80% dos leitos do SUS de UTI já estão ocupados. Já os leitos do SUS de enfermaria apresentam taxa de ocupação de 66,06%.

Óbitos

29 óbitos foram registrados no boletim desta quarta. 14 em São Luís; 5 em Imperatriz; 3 em São Mateus do Maranhão; 3 em Barra do Corda e 1 óbito registrado em Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Jenipapo dos Vieiras e Feira Nova do Maranhão.

Em 86% dos casos havia diagnóstico de comorbidade. Em 14% dos casos não havia sinais de comorbidades.

 

 

Carregando